Destaques, Negócios

Empresa planeja construir 10 “cidades inteligentes” no Brasil até 2022

De olho no Brasil como um mercado amplo para a implantação de cidades inteligentes sociais, a empresa ítalo-britânica Planet pretende construir 10 megaprojetos no Brasil até 2022.

O cenário no país proporciona espaço para isso: levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta 7,78 milhões de déficit em unidades habitacionais em 2017. Estamos entre os cinco países com maior déficit habitacional no planeta.

Com o conceito ‘Viver, além de morar’, a cidade é projetada e desenvolvida com o know-how desenvolvido pela Planet, que une soluções inteligentes em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

“O projeto oferece equilíbrio entre áreas verdes, núcleos residenciais, comerciais e empresariais e mobilidade inteligente. Nossas cidades são projetadas para serem inclusivas, autônomas e vibrantes, por isso implementamos uma série de atividades como biblioteca, cinema, cursos gratuitos e redes online, que incentivam a economia compartilhada e um novo jeito de viver em comunidade”, explica Susanna Marchionni, CEO da Planet no Brasil.

Natal/RN: Nova Smart City

A primeira cidade inteligente social do mundo foi inaugurada em janeiro, nas proximidades de Fortaleza (CE), e já conta com moradores.

Recentemente o Grupo Planet iniciou as obras para o segundo local, na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN), próximo à Natal. O projeto recebe o nome de Smart City Natal e deverá abrigar 15 mil pessoas. Segundo Susanna Marchionni, co-fundadora da empresa, o objetivo é iniciar a construção de mais duas cidades inteligentes ainda em 2019.

A empresa projeta “um novo jeito de viver”: conectado, sustentável e colaborativo, com mais qualidade de vida aos seus moradores. 

Planejados de forma inteligente, os lotes da Smart City Natal variam de 200 a 755 metros quadrados. Ao todo, são 1074 lotes, divididos em 934 lotes residenciais e 140 lotes comerciais. A região da Smart City Natal também está situada em uma posição estratégica, sendo o ponto do Brasil mais próximo da Europa e um dos mais próximos da América do Norte. 

A Smart City Natal segue o sucesso de Smart City Laguna, que está sendo desenvolvida no Ceará e conquistou ampla cobertura de imprensa e vendas recordes. Com área total de 170 hectares, Natal iniciou a construção da primeira fase em março de 2019 e até o final do ano deverá receber os primeiros habitantes. Os lotes custam a partir de R$ 299 a parcela.

“Minha Casa, Minha Vida”: sustentabilidade acessível

Com planejamento cuidadoso, estratégias para sustentabilidade e tecnologia avançada, os projetos da empresa ítalo-britânica têm como um dos principais alvos o segmento da população no perfil do “Minha Casa, Minha Vida”. É o oposto das construções similares já realizadas no Brasil, que miram os mais ricos.

Investimento
Ao todo, serão investidos R$ 140 milhões. Para desenvolver a Smart City Natal, o Grupo Planet firmou parceria com a Habitax, empresa de urbanismo com forte presença no Nordeste do Brasil. 

Planet App
O Planet App é o painel de controle da Cidade Inteligente. Os moradores podem baixar gratuitamente o aplicativo nas versões Android ou iOS. Após o cadastro, os usuários têm acesso a todos os serviços da cidade, além de contato com outros moradores, participação em projetos e atividades sociais. 

Uma das funcionalidades-chave é o botão SOS que, quando clicado, aciona os números de emergência pré-definidos pelo morador (parentes ou amigos), permitindo o chamado de socorro imediato, por meio da geolocalização. O aplicativo também mostra, em tempo real, o andamento das obras e o videomonitoramento das áreas comuns da Cidade Inteligente.

O que é uma cidade inteligente social? 
A cidade inteligente social é um conceito desenvolvido pela Planet Smart City que une soluções inteligentes e inovadoras em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

Ela é social porque tem foco no bem-estar das pessoas e no desenvolvimento de um ambiente inclusivo, harmonioso e colaborativo. A cidade inteligente social é desenvolvida de forma otimizada e, graças à tecnologia desenvolvida pela Planet, pode oferecer preços acessíveis. 

O Hub de Inovação é o coração social da cidade e oferece um local no qual os moradores e a comunidade do entorno têm acesso à biblioteca, cinema, cursos gratuitos e outras atividades sociais. O intuito é que a cidade seja vista como um parque tecnológico que atraia investimentos e gere retornos econômicos para moradores e investidores.

Sobre a PLANET Smart City 
O Grupo PLANET é formado por empresas italianas, britânicas e brasileiras e inovou criando o conceito de cidade inteligente social e que desenvolve soluções tecnológicas para o crescimento econômico e sustentável das cidades inteligentes. Responsável por idealizar o projeto piloto Smart City Laguna, a primeira Cidade Inteligente Social do Mundo, que está sendo construída no município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará/Brasil. Seus fundadores possuem 25 anos de experiência no mercado imobiliário e na construção civil, nacional e internacional.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.