Direito é a segunda carreira mais cobiçada entre os jovens do Brasil

março 3, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Direito é a segunda carreira mais cobiçada entre os jovens do Brasil

De acordo com o site do SISU (Sistema de Seleção Unificada), atualizado em 2020, o Direito é a segunda profissão mais cobiça pelos estudantes. A premissa dos cursos oferecidos no Brasil é formar profissionais que possam usar as leis vigentes e suas normas jurídicas, garantindo a cidadania plena e direitos fundamentais a todos os brasileiros, além de auxiliar o país tanto na evolução do seu quadro político quanto social.

Com duração de cinco anos, período exigido pelo MEC, os alunos obtêm conhecimentos teórico, técnico e prático sobre a Legislação Brasileira e Internacional. Por meio de uma visão crítica, os estudantes também adquirem consciência social e política e, após formação na faculdade e aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o especialista poderá ser advogado ou seguir uma carreira jurídica, pois será bacharel e estará habilitado para atuar em diversas áreas de atuação.

Entre as funções que podem ser exercidas pelas pessoas formadas em Direito, destacam-se dar aulas em cursos Técnicos e Superiores, trabalhar nos setores privado e público, em consultorias e seguir a área diplomática. Para aqueles que buscam estabilidade, após a aprovação em concurso público, poderão ser juízes, promotores ou delegados de polícia. Para exercer as funções de juiz, os interessados deverão ter dois anos de inscrição na OAB como advogado.

Os profissionais de Direito estão sempre envolvidos no pleno funcionamento de uma sociedade democrática e, por isso, são exigidos deles valores ligados aos direitos humanistas e à Constituição como pilar maior. Neste ano, o curso de Direito da Estácio unidade Alexandrino, por exemplo, está comemorando 18 anos, período em que formou cerca de 1.500 profissionais. O eixo principal é o Direito Constitucional, fundamentalmente ligado à visão humanista da profissão. A instituição combina aplicações teóricas e práticas, oferecendo diversas parcerias por meio de projetos sociais e iniciativas oferecidas no próprio meio ambiente acadêmico.

Há 12 anos, a unidade Alexandrino conta com o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ). Nele, alunos do 7º ao 10º período vivenciam a advocacia na prática. Eles prestam atendimentos à comunidade sob a orientação de professores e participam de mutirões sociais e ações globais em parcerias com órgãos públicos. Para que os alunos tenham experiência do estágio no serviço público, o curso mantém convênios com diversos órgãos do setor público, como o Tribunal de Justiça e o Ministério Público do Rio.

Segundo Camille Missick Guimarães, gestora nacional de Ciências Jurídicas da Estácio, o índice de aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está dentro da média nacional. Além de ter um currículo e uma formação ampla e de qualidade já atestada no curso de Direito, o grupo disponibiliza ainda para seus alunos convênios e descontos para diversos cursos preparatórios para o exame da OAB. Para quem busca uma formação diferenciada, também são oferecidos os cursos de “Mediação” e “Investigação Forense e Perícia Criminal” na modalidade EaD.