Notícias

Correios do Brasil e de Portugal fecham acordo para melhorar comércio eletrônico

Correios
Foto: Divulgação

Para que a produção seja maior no envio de produtos através do correio expresso, os Correios de Portugal (CTT) e do Brasil (ECT) assinaram um acordo para que haja uma melhoria e ampliação do comércio eletrônico entre eles.

Um dos objetivos desse acordo entre os dois países, é que haja melhor qualidade na informação dos fluxos postais, principalmente para os usuários que precisam acompanhar, em tempo real, onde estão os produtos comprados via internet, o chamado rastreamento.

Quem sentirá essa mudança serão os serviços EMS (serviço correspondente ao SEDEX) e Prime Express (serviço correspondente ao PAC), que já demonstram o crescente nível de exigência dos clientes de e-commerce, principalmente, em relação ao cumprimento de prazos e à prestação de informação, sobre os objetos.

Para o presidente dos Correios do Brasil, Guilherme Campos, o papel da empresa é promover ainda mais a segurança para as pessoas que compram em sites. “O comércio eletrônico aproximou os países do mundo todo, e é nosso papel fomentar essa aproximação, proporcionando mais segurança e comodidade para quem compra pela internet em sites de outros países. O acordo assinado com o CTT é estratégico na otimização desse processo”, afirmou Campos.

Uma das maiores reclamações entre os compradores de produtos por internet, especialmente para compras realizadas fora do país, é a demora para que a mercadoria chegue até a residência. Em média, o produto comprado, entre Brasil e Portugal, leva de 40 úteis para ser entregues ao destino final, após a liberação da Alfândega (repartição governamental oficial de controle do movimento de entradas (importações) e saídas (exportações) de mercadorias para o exterior). Com o acordo assinado, estima-se que esse prazo caia para 12 dias úteis.

“O comércio eletrônico é, a par dos serviços bancários e financeiros, um dos eixos estratégicos de desenvolvimento dos CTT, e acreditamos que estes acordos agora assinados com o Brasil são uma das chaves para o desenvolvimento das trocas neste corredor atlântico, aproveitando a crescente digitalização da economia e a ligação tradicionalmente relevante entre as comunidades de ambos os países”, complementou o presidente dos correios de Portugal (CTT), Francisco de Lacerda.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.