(Foto da Força Aérea Americana / Scott M. Ash)

Contrariando as palavras do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James “Jim” Mattis, informou, durante uma audiência no Congresso americano, nesta quarta-feira (04), que o país norte-americano ainda tem interesse de continuar com o acordo histórico, que limita o programa nuclear iraniano, celebrado entre o Irã e as seis potências mundiais.

“O que eu faria é, se podemos confirmar que o Irã está cumprindo o acordo, se pudermos determinar que isso é do nosso interesse, então, claramente, devemos ficar com ele”, declarou Mattis em uma audiência no Senado. Ele ainda acrescentou dizendo: “Eu acredito, neste momento, não ter indicações contrárias [ao acordo],  acho que é algo em que o presidente Trump deveria considerar permanecer”

Mais um a vez em contrariedade com fala do líder americano, durante pergunta sobre se era do interesse que Donald permaneça em acordo firmado, com as potências, Irã e Grã-Bretanha, China, França, Alemanha e Rússia (e EUA), ele afirmou dizendo que “sim”. Em setembro, durante Assembleia Geral da ONU, Trump disse que o acordo era “um embaraço” e que não é certo que ele confirme o acordo no mês de outubro.

Donald Trump deverá informar, no dia 15 deste mês, se ainda é de interesse continuar com o compromisso firmado em 2015 com os países.

Sobre o acordo

O acordo foi realizado quando os Estados Unidos ainda estava sob o comando do presidente Barack Obama. Mesmo com os  avanços que esse trato estava proporcionando, ele não encerra a controvérsia sobre uma das questões diplomáticas mais críticas no momento: a União Europeia o definiu como um “sinal de esperança para o mundo inteiro”, enquanto o governo de Israel o chamou de “rendição histórica”.

Na época, o chanceler iraniano, Mohammed Javad Zarif, chamou o acordo de “conquista importante”. “Acho que esse é um momento histórico. Estamos fechando um acordo que não é perfeito, mas sim o que pudemos conseguir. É uma conquista importante”, destacou.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.