A mitologia nórdica é cada vez mais presente no mundo de filmes e séries, sendo Vikings um dos seus maiores expoentes. O enredo da série (nas primeiras temporadas) gira em torno da lenda de Ragnar Lothbrok, um poderoso guerreiro viking que reinou na Suécia e na Dinamarca no século IX.

Se a série é fascinante e consegue nos pegar no primeiro capítulo, é porque as histórias em torno de sua figura são verdadeiramente surpreendentes: um personagem sanguinário e rebelde, lembrado na tradição escandinava por ter causado estragos na Inglaterra e na França.

Sua história aparece compilada nas crônicas do Saxão Gramático e nas sagas islandesas, uma série de histórias que descrevem os eventos que ocorreram durante a colonização da Islândia e que servem para compreender não só a história desse país, como também outros eventos como Colonização viking da Grã-Bretanha, Europa continental e América do Norte.

Se você viu a série, provavelmente saberá do que estamos falando e o quanto bem representados sãos os mitos nórdicos.

Como foi a morte do verdadeiro Ragnar: o que diz a lenda

Embora as escrituras não sejam tão precisas, sabe-se que, após sua cruel passagem pela França, Ragnar embarcou em uma viagem final para Northumbria. No meio da viagem, uma forte tempestade deixou suas embarcações inutilizáveis, o que não o impediu de continuar e saquear tantas pessoas quanto pudesse. Seu avanço foi brutal, se aventurando em diferentes cidades e aniquilando tudo em seu caminho.

O rei Aelle da Northumbria, foi preparado para uma batalha final: viajou de aldeia em aldeia e entregou uma espada para cada homem capaz de lutar, informando que a derrota iria significar a morte para ambos.

(Se você não viu a quinta temporada, é hora de parar: alerta de spoiler)

A última batalha de Ragnar Lothbrok

Semanas depois, os dois exércitos se encontraram face a face. As forças de Northumbria superaram em número a dos Vikings, que já estavam enfraquecidos de batalhas anteriores. A ferocidade dos guerreiros nórdicos era pequena e nada podia enfrentar o numeroso exército de Aelle, que o capturou.

Nesse sentido, a série desenha um paralelo perfeito com a lenda quando se trata de contar as últimas horas de Lothbrok. O mito diz que, gravemente ferido, o rei Viking foi colocado em uma gaiola suspensa e jogado em um poço cheio de cobras, onde teve uma morte lenta e dolorosa.

A história também menciona a ameaça que Ragnar fez antes de morrer, que jurou que seus filhos retornariam para vingá-lo. Isso aconteceu um ano depois, quando o exército pagão invadiu Northumbria e capturou o rei Aelle, a quem eles executaram no ritual nórdico da águia de sangue.

Como você pode ver, a série fez um trabalho espetacular de retratar todos os detalhes presentes nos escritos originais. Qual é a sua cena favorita?

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.