Destaques, Educação

Coleta do dado biométrico é uma das novidades do Enem 2019

Coleta do dado biométrico é uma das novidades do Enem 2019

Os candidatos do Enem 2019 devem esperar por novidades. As mudanças foram divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta semana. A principal delas é em relação ao procedimento de coleta do dado biométrico, item de segurança adotado pelo Enem desde 2016.

A alteração faz parte de uma série de otimizações de processos com o objetivo de economizar nas avaliações aplicadas pelo instituto.

Novidades Enem 2019

O Inep adotará também uma pequena esponja que permite a coleta da digital e pode ser utilizada mais de três mil vezes. Até 2018, a ficha para coleta do dado biométrico continha uma lâmina de grafite, individual.

Houve alteração nos Cadernos de Questões do Enem. A diagramação garantirá um grande espaço em branco para apoio na elaboração de cálculos e da redação. A medida eliminará a necessidade de impressão das folhas de rascunhos personalizadas, permitindo uma significativa economia com papel e impressão. A alteração faz parte de uma série de otimizações de processos.

Sobre o Enem 2019

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 já tem data marcada. As provas acontecem nos dias 3 e 11 de novembro em todas as regiões do país.

Já o edital do Enem 2019 está previsto para ser divulgado neste mês de março. No entanto, o Inep já confirmou os prazos para solicitação de isenção, justificativa de ausência e inscrições.

Para que serve o Enem

O Enem é uma das principais portas de entrada para o Ensino Superior. Com o resultado, os candidatos podem pleitear benefícios estudantis através de programas do governo de acesso ao ensino superior, como o SisuProuni e o Fies. O Enem é também utilizado como processo de seleção para o ingresso em universidades portuguesas.

Etapas

Solicitação de Isenção/Justificativa de ausência – 1 a 10 de abril

Inscrições – 6 a 17 de maio

Aplicação – 3 e 10 de novembro

Outras maneiras de ingressar ainda em 2019 no ensino superior

O programa de inclusão educacional privado (Educa Mais Brasil), assim como o ProUni, também oferta bolsas de estudo para faculdades em todo o País. No entanto, para concorrer não é preciso ter feito o Enem, comprovar critério de renda familiar ou ter estudando em escola da rede pública durante o ensino médio.

Basta acessar o site educamaisbrasil.com.br/portaln10 (CLIQUE AQUI), escolher a modalidade graduação, filtrar a cidade e o curso de interesse, verificar o percentual da bolsa e realizar a inscrição de forma gratuita. As bolsas de estudo podem chegar a 70% do valor do curso.

You Might Also Like

One comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.