Cientistas alertam que crianças também podem ficar gravemente doentes com coronavírus
Lynda M. Gonzalez / The Dallas Morning News / AP

Algumas crianças infectadas com coronavírus podem desenvolver sérias complicações, de acordo com um novo estudo publicado pela revista Pediatrics, com base na análise de 2.143 pacientes com menos de 18 anos de idade, informados aos Centros Chineses de Controle e Prevenção de Doenças.

Os especialistas que produziram este documento destacam que as consequências em menores são geralmente menos graves do que na população adulta, mas um pequeno grupo de crianças sofreu sintomas graves devido a complicações respiratórias.

Cerca de 6% dos pacientes estudados – 125 crianças – sofreram uma doença grave e, destes, 13 atingiram um estado crítico. Sessenta por cento dos piores casos tinham menos de cinco anos de idade. Portanto, aqueles que conduziram essa pesquisa enfatizam especialmente o risco que a covid-19 representa para bebês e crianças pequenas.

“Um garoto de 14 anos infectado com coronavírus morreu”, confirmou Shilu Tong, principal autor do estudo e diretor do Departamento de Epidemiologia Clínica do Centro Médico Infantil de Xangai.

Apesar desses casos, os especialistas ainda não conseguiram estabelecer o motivo pelo qual as crianças se recuperam melhor desta doença do que os adultos e, além disso, são as menos contagiosas.

Uma hipótese é que a proteína que o vírus usa para entrar nas células humanas não é tão desenvolvida em crianças e isso significa que o microorganismo não se replica em seus corpos.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.