Ciência

Chineses desenvolvem pele artificial com pelos

Chineses desenvolvem pele artificial com pelos

(ANSA) – Engenheiros do Instituto de Tecnologia de Harbin, na China, desenvolveram uma pele artificial com pelos para imitar melhor o tato humano.

A novidade é capaz de responder a estímulos muito suaves, como a pressão do vento ou o contato de uma mosca. E o mais importante: é útil também para melhorar a sensibilidade de próteses, segundo o jornal especializado “Acs Applied Materials & Interfaces”.

“Os robôs, assim como as próteses, estão se tornando cada vez mais semelhantes ao homem”, explicaram os pesquisadores. “Os protótipos de pele eletrônica são capazes de perceber estímulos como temperatura e pressão e até de medir os níveis de álcool e oxigênio no sangue, mas não conseguem ainda reproduzir o espectro do tato humano”, concluíram. A ideia partiu da constatação de que a pele artificial não podia sentir uma brisa leve, enquanto a humana conseguia captar essa sensação graças aos pelos.

Por isso, os cientistas equiparam a pele de plástico com pelos artificiais feitos de microfios de cobalto revestidos de material vidroso. Os resultados demonstraram que a inovação é capaz de reconhecer diversos estímulos e pressões muitos leves, como a brisa e o peso de uma moeda.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.