Mundo

China pede que instituições financeiras encerrem serviços com a Coreia do Norte

Foto: KCNA

Com o propósito de estreitar vínculo com o governo de Pyongyang, capital da Coreia do Norte, o Banco Popular da China (PBOC) fez um pedido às instituições financeiras do país: que eles encerrem ofertas de serviços com país liderado por Kim Jong-um. As informações foram divulgadas pela agência sul-coreana Yonhap.

Caso as instituições financeiras não cumpram as regras impostas pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), o Banco Central informou que as empresas poderão ter perdas econômicas e a China poderá deixar de ter a notabilidade que conquistou.

Os Estados Unidos, que também anda descontente com o regime que a Coreia vem adotando, principalmente devido aos testes nucleares e ao programa de mísseis de Pyongyang, há um tempo vem pressionando a China para tomar essas medidas que foram determinadas pela ONU. O comunicado publicado pelo PBOC ainda ressaltou que a China está apenas “cumprindo suas obrigações internacionais”.

O presidente dos EUA, Donald Trump, já havia solicitado a Pequim, durante esta semana, que colaborassem com o encerramento das atividades financeiras e comercial com a Coreia do Norte.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.