China eleva tom contra EUA por sistema antimísseis na Coreia

(ANSA) – A China elevou o tom neste sábado (1º) contra os Estados Unidos por conta da decisão norte-americana de instalar sistemas de defesa antimísseis na Coreia do Sul.

Um artigo publicado no “Diário do Povo”, jornal oficial do Partido Comunista da China, diz que os EUA “pagarão o preço” por “ameaçar os interesses estratégicos dos países da região”. “Washington e Seul estão destinados a pagar um preço por isso e a receber um contra-ataque adequado”, diz o texto.

Os sistemas de defesa serão instalados até o fim de 2017 em Seongju, 300 km ao sul da capital sul-coreana, em um campo de golfe do conglomerado Lotte Group. O objetivo da operação é desencorajar possíveis agressões da Coreia do Norte, que tem realizado recorrentes testes nucleares nos últimos meses.

No entanto, Pequim acredita que os antimísseis podem colocar em risco a segurança na península e alimentar as tensões com Pyongyang. “Como qualquer outro país, a China não pode ficar indiferente a questões de segurança que impactam em seus interesses primários”, afirma o “Diário do Povo”.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!