Mundo

China censura 120 canções na internet como “imorais e ilegais”

As autoridades chinesas censuraram na segunda-feira (10) cerca de 120 canções consideradas repletas de “simbologia sexual, violência e imoralidade”, proibindo que sejam transmitidas online por qualquer indivíduo ou organização.

Nenhum indivíduo ou organização terá permissão para a transmissão online desta centena de títulos que “fazem apologia à obscenidade, violência, crime e violam a moral pública”, divulgou num comunicado o Ministério da Cultura chinês, citado pela France Presse.

Das diversas canções constantes na lista publicada, estão principalmente títulos que se traduzem como Todos Devem Morrer, Sem Amigos, Sem Dinheiro ou Não Quero Ir para a Escola, cantadas em mandarim.

Algumas são interpretadas por populares artistas orientais, como Stanley Huang ou Chang CSun Youk, autor de canções como Adoro as Miúdas Taiwanesas.

A lista “oferece metas específicas para a autocensura das empresas na Internet”, e os próprios sites online censurados devem remover os conteúdos ofensivos, diz o documento, salientando que aqueles que não cumprirem com o requisito “serão severamente punidos de acordo com a lei”.

A internet chinesa funciona sob um sistema controlador e de censura, através do qual, nos últimos meses, as autoridades do país lançaram várias ofensivas contra sites e redes sociais com conteúdos considerados imorais ou pornográficos.

Agência Lusa

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo