Brasil

CERNE realiza cadastro de terras com potencial eólico ou solar

imagem-381
Foto: Divulgação

O Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) lançou, nesta quinta-feira (14), o Cadastro de Terras com Potencial Eólico e Solar (CTPES). O serviço, disponível no portal do CERNE, destina-se aos proprietários de terras que tenham o interesse em oferecer suas propriedades para arrendamento e instalação de empreendimentos de geração de energia, seja ela por fonte eólica ou solar.

O cadastro de terras é o primeiro a ser realizado no Brasil. A ferramenta abrange áreas localizadas em qualquer parte do mundo, mas com destaque para os estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Maranhão e Bahia, regiões promissoras para produção de energia eólica e solar.

O serviço oferece ao usuário um local seguro e confiável para cadastrar a sua propriedade e ofertá-la às empresas interessadas. Já o empresário terá acesso a um banco de dados confiável, para consulta e análise das áreas disponíveis para instalação de futuros empreendimentos de geração de energia.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias em seu e-mail. O artigo continua após o formulário!

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

O Cadastro de Terras com Potencial Eólico e Solar é uma ferramenta funcional, fácil de preencher e do tamanho certo para atender às necessidades de informações que uma empresa deseja ter e também não cansar o usuário-ofertante durante o processo de inscrição.

A plataforma será lançada oficialmente durante o 8º Fórum Nacional Eólico e o SolarInvest 2016, que começa na próxima segunda-feira (18), na Escola de Governo do RN. O serviço está disponível pelo site www.cadastresuaterra.com.br.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.