Carlos Eduardo destaca “poder de transformação” do Hub da TAM sobre economia do RN

Em SP, o prefeito de Natal destaca “poder de transformação” do Hub da Latam sobre economia do RN. Caso a Latam escolha Natal para sediar o hub que pretende implantar no Nordeste, a economia do Rio Grande do Norte terá uma injeção de recursos anual de aproximadamente US$ 374 milhões, o que representa um incremento de 7,2% do PIB do Estado durante os primeiros cinco anos. O investimento irá gerar após esse período 24 mil empregos diretos e indiretos. Estes dados foram apresentados na tarde desta quinta-feira (17) em reunião realizada na sede da empresa em São Paulo com a presença do governador Robinson Faria, dos prefeitos Carlos Eduardo, de Natal, e Jaime Calado, de São Gonçalo, além dos senadores Fátima Bezerra e José Agripino e dos deputados federais Felipe Maia e Fábio Faria.

Os números são resultado de um estudo contratado pela TAM à consultoria Oxford Economics para avaliar o impacto econômico do investimento em Natal, Recife e Fortaleza. Agora, segundo a presidente da TAM, Cláudia Sender, a companhia irá detalhar seus estudos de projeção de receita e de custos de cada Estado e ver junto com os Estados como pode reduzir os custos para ter a equação mais favorável para decidir o investimento.

Segundo Cláudia Sender, Natal tem vantagem no quesito infraestrutura e tem a parceria com a Inframerica, ressaltada por ela como muito importante. O ponto negativo é a demanda menor por passageiros, até por ter a menor economia entre os três concorrentes, o que significa capacidade de receita menor. Daí a importância de trabalhar nos custos para ter uma equação positiva na hora da definição do investimento, apontou a executiva da TAM.

Para o prefeito Carlos Eduardo, pelo que ficou indicado no estudo, o projeto do Hub é fundamental para o Rio Grande do Norte vislumbrar um futuro para o seu desenvolvimento. “Está demonstrado o poder de transformação do Hub para a economia não só de Natal, mas do Rio Grande do Norte, que passaria a ter acesso a novos mercados consumidores, atraindo investimentos estrangeiros e com capacidade de acelerar o desenvolvimento econômico na hora que aumenta a competitividade do mercado local. Nossa economia de serviços passaria a ter um alto valor agregado”, avaliou o prefeito, após a reunião.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!