Mundo

Caminhonete com adesivo de “mulher sequestrada” chama atenção da polícia

adesivo-de-sequestro-2

A polícia está investigando um adesivo que simula um ‘sequestro’ na parte traseira de uma pick-up que cria a ilusão de uma jovem mulher amarrada e amordaçada na parte de trás do carro. Fotos do veículo e seu pára-choque com o controverso adesivo foram tiradas na cidade de Leeds, no condado de West Yorkshire, Inglaterra, e está sendo espalhada por toda a internet usando a hashtag #rapetruck. As informações são do Daily Mail.

Detetives da polícia de West Yorkshire dizem ter falado com o proprietário e após uma longa conversa ele concordou em remover o adesivo. Foto: Reprodução/Daily Mail

Detetives da polícia de West Yorkshire dizem ter falado com o proprietário e após uma longa conversa ele concordou em remover o adesivo. Foto: Reprodução/Daily Mail

Detetives da polícia de West Yorkshire dizem ter falado com o proprietário, que se acredita ser o instrutor de fitness James Hellewell, e após uma longa conversa ele concordou em remover o adesivo. Hellewell foi avisado de que dirigir por aí com esta imagem poderia ser classificada como uma perturbação da ordem pública.

A polícia de West Yorkshire se reuniu com Hellewell e pediu que ele remova a imagem de seu carro. Ao Daily Mail, o inspetor-chefe Steve Palmer, disse: “Era evidente que um número de pessoas tenham achado a imagem ofensiva e se sentiram alarmadas e angustiadas por isso está sendo exibido em público”

“O proprietário do veículo foi rastreado e os oficiais falaram das preocupações levantadas e o potencial para a exposição continuada da imagem a ser tratada como uma ofensa à ordem pública”. Ele acrescentou: “Ele concordou em ter a imagem retirada do veículo.”

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.