Mundo

Caçador de tesouros encontra moeda avaliada em US$ 1,7 milhão

1410005041303_wps_1_An_amateur_treasure_hunte
A rara moeda foi cunhada em 1652

Um caçador de tesouros teve uma bela surpresa ao encontrar uma moeda de prata de 1652. O britânico John Stoner, natural de Clipstone, uma pequena cidade de Nottinghamshire, encontrou uma moeda que foi cunhada há 350 anos atrás, graças a um detector de metais adquirido recentemente por ele. Hoje a pequena moeda de duas faces, em uma delas, a inscrição da data, denominação e uma legenda com o nome “Nova Inglaterra”, enquanto, na outra, há um roble e a legenda “Massachusetts”, poderia comprar uma fazenda inteira. As informações são do Daily Mail.

John encontrou a moeda após comprar um detector de metais e começar a caçar tesouros

John encontrou a moeda após comprar um detector de metais e começar a caçar tesouros

Com 42 anos de idade e pai de dois filhos, John começou a varrer uma área agrícola após comprar o detector de metais, logo ele captou dois sinais no detector. O primeiro sinal era um pedaço de metal sem valor significativo, já o segundo sinal foi a moeda valiosa, que estava enterrada a cinco centímetros de profundidade. “No começo eu achava que não era nada especial. Eu sabia que não era a moeda inglesa, também não fazia a menor ideia de seu valor.”, disse John ao Mail Online.

No dia seguinte os especialistas confirmaram o valor da moeda. Um leilão já foi marcado para o próximo dia 2 de dezembro, em Londres, onde os apostadores terão a oportunidade de arrematar esta raridade a partir da base de US$1,7 milhão.

A rara moeda foi cunhada em 1652

A rara moeda foi cunhada em 1652

A moeda de prata está avaliada em US$1,7 milhão de dólares

A moeda de prata está avaliada em US$1,7 milhão de dólares

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.