Bolsonaro diz que pode indicar Aras ao STF caso um dos ministros ‘desapareça’

maio 28, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Bolsonaro diz que pode indicar Aras ao STF caso um dos ministros ‘desapareça’

Durante live realizada na noite desta quinta-feira (28) nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro colocou o procurador-geral da República, Augusto Aras, como candidato a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro elogiou Augusto Aras por defender o governo na pauta econômica e disse que poderia indicá-lo ao STF numa terceira vaga, que poderia surgir caso algum ministro ‘desapareça’.

“O Augusto Aras, nessas duas vagas, não está previsto o nome dele. Tenho três nomes que namoro. Um vai ser evangélico”, disse. Depois, emendou: “Se aparecer uma terceira vaga [no STF], espero que ninguém ali desapareça, né, mas o Augusto Aras entra fortemente na terceira vaga aí”, declarou o presidente.

Vale salientar que não é preciso que um ministro “desapareça” para que uma terceira vaga seja aberta. Qualquer um dos 11 pode deixar a Corte voluntariamente, antes da aposentadoria compulsória.

Polêmicas do PGR

Aras causou polêmica ao defender o arquivamento de inquérito que investiga blogueiros, empresários, e parlamentares ligados ao presidente Jair Bolsonaro. Eles são acusados de promover ataques ao STF e disseminar Fake News. O PGR é responsável também pelo inquérito sobre a suposta tentativa do presidente de intervir na PF.

A operação da Polícia Federal que cumpriu mandados de busca e apreensão contra seus aliados, inclusive, foi comentada por Bolsonaro. Segundo o ex-capitão, os alvos do inquérito são “pessoas de bem”.

“Lamentável, são pessoas de bem, pais de família, desconheço entre eles qualquer pessoa que tem uma vida pregressa que os comprometa em algum momento. Todos eles, pelo que tomei conhecimento, não é que apoiam o Jair Bolsonaro ‘herói’, apoiam a linha que a gente tem”, declarou