RN

Baía Formosa recebe projeto ‘Energia com Cidadania’ da Cosern

A cidade de Baía Formosa, no Litoral Sul do estado, vai receber até o próximo sábado (13), das 8h às 17h, a visita do projeto Energia com Cidadania, que faz parte do Programa de Eficiência Energética da Cosern, regulado pela Aneel.

No novo formato, por causa das medidas preventivas contra a COVID-19, uma dupla de atendentes se desloca em um veículo, por vezes acompanhado de um carro de som, e vai parando de porta em porta dos clientes que atendem aos critérios definidos pelo projeto (confira critérios abaixo).

Até março de 2020, quando foi suspenso por causa da covid-19, o projeto da Cosern funcionava num caminhão que rodava os municípios potiguares fazendo a substituição de lâmpadas ineficientes por LED e realizando palestras.

“Adotamos medidas rigorosas de prevenção à covid-19, em conformidade com o estabelecido pelos órgãos públicos competentes”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Mascarenhas. “O ECC é ainda mais importante neste momento por beneficiar os clientes com redução do valor da conta, gerar economia de energia com a troca da lâmpada e fomentar ações de sustentabilidade”, complementa Ana.

Desde que foi retomado, em setembro de 2020, o projeto visitou os moradores de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Ceará Mirim e Extremoz, na Grande Natal, e de São José de Mipibu, Nísia Floresta, Vera Cruz, Senador Georgino Avelino, Arês e Lagoa de Pedras, na região Agreste, e Equador e São José do Seridó, no Seridó, Areia Branca, na Costa Branca, Marcelino Vieira, no Alto Oeste, Carnaubais, no Vale do Assu, além de Ceará Mirim, Bom Jesus, Várzea, Passagem, Jundiá, Serra de São Bento, Caiçara do Norte, Ipanguaçu, Carnaúba dos Dantas, Florânia, Martins e Portalegre.

Ao longo de todo o ano de 2020, o projeto Energia com Cidadania já substituiu 31.730 lâmpadas ineficientes por LED em 30 municípios potiguares, beneficiando 7.465 clientes;

Critérios para participar:

  • Ser cliente residencial ou rural-residencial;
  • Ser morador de comunidade popular ou estar cadastrado na TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica);
  • Apresentar a conta de energia do mês anterior paga;
  • Não ter débitos com a Concessionária;
  • Não ter trocado lâmpadas em projetos da Concessionária nos últimos 6 anos (limite máximo de 8 lâmpadas);
  • Entregar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou halógenas usadas (potência igual ou superior a 14W);
  • Documentos pessoais (RG e CPF).

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo