Foto: Honolulu Advertiser

(ANSA) – O japonês Kaname Harada, o último sobrevivente do ataque de Pearl Harbor, morreu aos 99 anos de idade, em Nagano, informou o jornal norte-americano “The New York Times”. Segundo a publicação, o ex-militar faleceu na última terça-feira e o acontecimento foi confirmado por sua filha Chiyoko Tanaka. Piloto de caça da aviação japonesa, Harada era considerado um mito dos céus. No entanto, depois da guerra, tornou-se um pacifista, não escondendo o remorso pelas vítimas do conflito.

Em 1933, quando tinha 17 anos de idade, Harada se voluntariou à Marinha japonesa e virou piloto. Durante sua carreira, ele foi protagonista do abatimento de dezenas de aviões chineses, britânicos e norte-americanos. Ferido em 1942, quando sua aeronave caiu nas Ilhas Salomão, Harada voltou para o Japão e se tornou treinador de kamikazes em missões suicidas contra norte-americanos. Depois da guerra, trabalhou como agricultor e visitou novamente Pearl Harbor em 1991 para participar das cerimônias de 50 anos da batalha.

O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval japonesa contra a base norte-americana na manhã de 7 de dezembro de 1941 e marcou a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.