AC

250 quilos de pólvoras são doados a Policia Militar do Acre

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Um caminhão foi abordado e apreendido no última dia 25 de agosto. No veículo foi encontrado pólvoras, cerca de 250 quilos, segundo havia anunciado a Policia Militar, informando ainda que prendeu o motorista, pois o mesmo não havia nota fiscal. Nesta sexta-feira (22), a mesma quantidade apreendida pela PM foi doada, devido o Ministério Público do Acre (MP-AC) e o Poder Judiciário possuírem parceria com a corporação do Acre.

Ainda segundo agentes, por causa da crise financeira que rodeia diversos setores do país, o material capturado vai ser de bastante utilidade, já que a área militar anda com poucos recursos para aquisição de novos artefatos.

“Essa parceria é muito importante. Recentemente foi aprovada uma lei que, dependendo do armamento que a gente apreende, ele pode ser requisitado pelas forças policiais. Então, ao final da apreensão, fazemos a solicitação para que esse material seja usado no combate ao crime”, destacou o coronel Júlio César, comandante da Polícia.

O comandante ainda explicou que o material doado será usado para recarregar munições durante o treinamento de agentes, para utilização da técnica do uso de fogo ou explosivos e ainda para os treinamentos que são feitos no Batalhão de Operações Especiais (Bope).

“A princípio, solicitamos a pólvora para uso em recargas de munições, no caso de treinamento de escopetas. Esta é uma pólvora escura e pode ser utilizada no serviço. O Bope atua com a questão de explosivos e podemos montar alguns artefatos artesanais e dar treinamento aos agentes”, disse.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.