Portal N10

11 jogadores que vieram de baixo e conquistaram o mundo

O futebol não é apenas 11 homens correndo atrás de uma bola, como muitos imaginam. Entre técnica, estudo e treinamento, vários jogadores deixaram cidades e situações difíceis para seguir um sonho: ser jogador!

Abaixo, estarei listando onze casos de jogadores famosos que saíram de baixo e conquistaram um status grandioso:

11. Mario Balotelli

A história de “Super Mario” começa quando seus pais, imigrantes ganeses na Itália, tiveram que desistir de sua adoção porque ele estava doente. Mario Balotelli, quando criança, teve sérios problemas intestinais e precisou de tratamentos onerosos que a família biológica não podia pagar. Foi então, quando eles decidiram desistir de sua adoção.

Mario Barwuah, como era chamado até então, foi adotado pela família italiana Balotelli, que finalmente lhe daria seu sobrenome. No entanto e, segundo os regulamentos do país, ele não conseguiu a cidadania italiana até completar 18 anos. Mario foi o atacante estrela de times como Inter, Milan, Manchester City e Liverpool, e também atuou pela seleção italiana.

10. Angel di María

A sua história não é tão conhecida, mas é um excelente exemplo de quantos jogadores conseguem avançar com esforço e dedicação. Di Maria começou a jogar futebol quando era muito jovem, mas ele só podia fazer isso em seu tempo livre porque durante o resto do dia ele tinha que ajudar seu pai a distribuir o carvão na aldeia onde morava.

Agora, ele está jogando no Paris Saint-Germain, um dos clubes mais ambiciosos do mundo, onde ele recebe milhões de dólares por ano. E antes ele já havia atuado no Real Madrid, o clube mais prestigiado da Europa e, talvez, do mundo.

9. Juan Cuadrado

A história de Juan Cuadrado é algo que remete a muita dificuldade. O jogador, nascido em Necoclí, em Urabá, Colômbia, sofreu durante sua infância com os tiroteios intensos e frequentes entre narcotraficantes locais e militares. Então, sua vida continuou, até que, em um desses tiroteios, um dos homens assassinados acabou sendo o seu pai.

Diante desse triste evento, o menino se dedicou ao futebol com o sonho de ser como seus grandes ídolos. Enquanto isso, sua mãe passava horas trabalhando e estudando para tentar seguir na vida. Cuadrado é hoje um dos mais importantes jogadores colombianos na Europa, depois de passar por clubes como Fiorentina , Juventus e Chelsea.

8. Carlitos Tévez

A história de Carlos Tevez é, sem dúvida, uma das mais emocionantes desta lista. “Carlitos”, como é conhecido, nasceu num bairro conhecido como Fuerte Apache, onde as drogas e a violência dominavam. Nem mesmo seu pai escapou dessa triste realidade, onde foi assassinado a tiros quando Tevez tinha apenas 1 ano de idade.

No entanto, o esforço contínuo de Tevez valeu a pena. Ele se dedicou bastante e conseguiu se tornar um grande jogador, atuando por vários dos clubes do mundo, como Boca Juniors, Corinthians, Juventus e Manchester United.

7. Alexis Sánchez

Alexis, o jogador de futebol mais importante do Chile na atualidade, tem uma história emocionante quando falamos de sua infância, na qual sua mãe Martina se torna a protagonista. Como o dinheiro era escasso, ela dedicava quase todas as horas do dia ao trabalho. Alexis comentou em várias entrevistas que eles choravam em segredo por ver todo o esforço que ela estava fazendo para criá-lo junto com seus três irmãos.

O jogador, que deu os primeiros passos com bolas de trapo na rua, é atualmente a figura do Arsenal da Inglaterra, e vários clubes estão interessados ​​nele. O dinheiro, agora, não é um problema para Alexis. Com tudo que vem ganhando, ele até reconstruiu a casa de sua mãe, onde eles moravam quando era criança e a transformou na casa que sempre sonharam em ter.

6. David Beckham

Beckham é, sem dúvida, um dos ícones do mundo em termos de qualidade do futebol. Mas a sua história não resume a felicidade: quando ele era pequeno, a renda familiar era tão pequena que chegavam a não ter o que comer. Felizmente para ele e sua família, aos 17 anos de idade, ele já havia assinado um contrato com o Manchester United, que iniciou uma maravilhosa carreira no mundo do futebol.

Atualmente, Beckham está aposentado do futebol, mas ainda tem muito dinheiro, especialmente por investimentos bem feitos, poupança e acordos comerciais para propaganda com marcas mais famosas.

5. Ronaldinho Gaúcho

O “bruxo” foi, para muitos de nós, um jogador que marcou uma era no futebol. Enquanto jogava, era comum que milhares de pessoas parassem só para vê-lo. No entanto, sua infância não foi uma das melhores e ele teve que se esforçar muito para chegar aonde chegou.

Nos primeiros anos de sua infância, o dinheiro era escasso, mas era o suficiente para sobreviver. Mas, quando tinha 8 anos, o primeiro baque da vida: seu pai morreu. A partir daí, sua mãe, uma vendedora de cosméticos, fez um grande esforço para cuida da sua família. Atualmente, não só tem muito dinheiro, mas também é um dos jogadores de futebol mais queridos do mundo.

4. “Kun” Aguero

Agüero nasceu em Buenos Aires, sendo o segundo filho de uma família humilde de 7 irmãos. Como ele mesmo comentou à imprensa espanhola, naquela época sua família vivia com menos de 3 dólares por dia; Muitas vezes, sua mãe não comia para que ele e seus irmãos pudessem comer.

Aos 8 anos, Sergio Aguero assinou um contrato com o Independiente de Avellaneda, o clube que mais tarde compraria seu passe. Além disso, o clube ofereceu ao pai de Aguero um emprego como suporte quando eles estavam avaliando a mudança para Tucumán. Hoje, Aguero é uma das estrelas do Manchester City, o clube liderado por Pep Guardiola.

3. Daniel Alves

A história de Dani Alves foi viral no início deste ano, quando ele retratou sua trajetória em uma carta que escreveu. Dani disse que, antes de cada jogo, passa na sua cabeça um filme de sua vida. “Na primeira cena eu tenho 10 anos de idade. Eu estou dormindo em uma cama de concreto na pequena casa da minha família em Juazeiro, no Brasil. O colchão na cama era tão grosso quanto meu dedo mindinho”, escreveu ele.

“São 5 horas da manhã e o sol ainda não sai, mas eu tenho que ajudar meu pai na nossa fazenda antes de ir para a escola. […] Durante horas, competi com meu irmão para ver quem era o melhor trabalhador. Porque, o que meu pai falou que quem se esforçasse mais, teria o direito de usar nossa única bicicleta. Se eu não ganhasse a bicicleta, teria que caminhar 12 km da fazenda até a escola”.

2. Cristiano Ronaldo

A vida de Cr7 nem sempre foi cheia de dinheiro e excentricidades como agora. Nascido na Ilha da Madeira , Portugal, a estrela portuguesa dedicou-se ao futebol com a esperança de levar sua família à uma condição de vida melhor.

E, claro, ele fez isso. Atualmente, ele é um dos jogadores de futebol que mais ganha dinheiro em todo o mundo.

1. Lionel Messi

Quando tinha apenas 12 anos de idade, Messi foi diagnosticado com uma deficiência no hormônio do crescimento, um problema que não lhe permitiu crescer como o resto das crianças. Isso o colocou em uma situação de vulnerabilidade.

Naquela época, sua família não tinha dinheiro para pagar pelo tratamento caro. Até que depois de ir para a Espanha, o Barcelona ficou encantado com o seu talento e se encarregou de pagar tal tratamento.

E o que aconteceu a seguir é a história conhecida de todos. Messi é considerado por muitas pessoas como o melhor jogador da história.

Estas histórias de jogadores que saíram da pobreza com o futebol são um exemplo do verdadeiro poder da perseverança e dedicação.

Leave A Reply

Your email address will not be published.