Home Notícias Economia Dicas À vista ou parcelado? educador financeiro orienta melhor escolha

À vista ou parcelado? educador financeiro orienta melhor escolha

À vista ou parcelado? educador financeiro orienta melhor escolha
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
0

Em meio à crise econômica e preços altos, pesquisas indicam que o brasileiro está mais cauteloso com as finanças e evitando o endividamento. A busca por crédito caiu quase 9% no primeiro semestre, de acordo com a Boa Vista SCPC. Para decidir entre pagar à vista ou em parcelas, o consumidor precisa conhecer a sua situação financeira e agir da forma que lhe gerará mais tranquilidade no bolso.

O pagamento a prazo costuma atrair os consumidores. Com ele, é possível fazer uma compra de valor alto mesmo não tendo todo o dinheiro no momento, pois o custo é dividido em diversas parcelas a serem pagas mensalmente. Entretanto, é preciso pensar no quanto a pessoa estará comprometendo o seu orçamento dos próximos três, seis ou 12 meses, e se nesse período ela terá condições de arcar com a dívida.

É importante observar que sobre as vendas a prazo há a incidência de juros, mesmo que embutido no valor do produto. Esse é um dos motivos para que o consumidor que paga à vista peça descontos e negocie o valor, afinal dispor do valor total no ato da compra precisa ser vantajoso para o cliente.

Portanto, considerando a tranquilidade financeira nos meses seguintes a compra e a possibilidade de fugir dos juros e conseguir descontos, o pagamento à vista se mostra uma excelente opção para o consumidor. Porém, antes de tomar essa decisão, é importante analisar sua atual situação e constatar se possui uma reserva financeira.

Quem faz o pagamento à vista fica sem dinheiro no bolso, e esse valor pode fazer falta no decorrer do mês caso surja uma despesa não planejada, emergencial. Sem uma reserva, o consumidor poderá ficar à mercê de um endividamento a juros altos, recorrendo ao cartão de crédito ou ao cheque especial, e sofrer o descontrole financeiro que tanto desejou evitar.

Para decidir se é melhor pagar à vista ou parcelado, a DSOP Educação Financeira orienta que você considere:

  • Tenho um fundo emergencial, que me gere tranquilidade mesmo após fazer compras à vista e ficar com pouco dinheiro na conta?
  • Se pagar à vista, vou conseguir um bom desconto? Lembre-se: para ser interessante, esse desconto precisa ser maior do que os rendimentos que você teria caso o investisse o valor.
  • Caso pense em resgatar uma quantia investida para fazer o pagamento, considere os descontos e impostos que precisará pagar com o regaste e se vale a pena abrir mão dos rendimentos futuros para pagar à vista, tendo em mente o tamanho do desconto.
  • Antes de parcelar o pagamento, reflita se terá condições de pagar essa dívida nos próximos três, seis ou 12 meses. Além disso, pense em quais gastos provavelmente terá no período, lembrando que a sua força de pagamento será reduzida.
  • Reflita sobre esses itens antes de fazer qualquer compra, tendo em vista a sua situação atual e visando a forma de pagamento que mais lhe gere tranquilidade financeira.
  • Para as suas compras futuras de valor alto, desenvolva o hábito de poupar dinheiro. Estabeleça seus sonhos e objetivos e se prepare mensalmente para chegar ao momento da compra com o valor em mãos – o que lhe gerará tranquilidade financeira e força de pagamento para conquistar bons descontos.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!