Home Notícias Educação UFRN inaugura sede do Instituto Internacional de Física

UFRN inaugura sede do Instituto Internacional de Física

Publicidade

UFRN inaugura sede do Instituto Internacional de Física
Foto: Divulgação
0
Publicidade

A comunidade científica brasileira comemora a inauguração da sede definitiva do Instituto Internacional de Física (IIF) no Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O prédio tem cerca de 4 mil metros quadrados e vai possibilitar o aumento do número de eventos internacionais e o acolhimento de mais pesquisadores visitantes. A solenidade aconteceu nessa segunda-feira, 21, com a presença de estudantes, pesquisadores, professores e autoridades, que contribuíram para a instalação em terras potiguares de uma infraestrutura de pesquisa inédita, na América do Sul, dentro da área da Física.

O IIF é um centro de pesquisa por excelência, voltado a realizações científicas e à formação de pesquisadores em nível de pós-doutoramento, que dispõem de uma ambientação genuinamente internacional para revitalizar suas carreiras acadêmicas. “O instituto nos coloca em contato com os principais pesquisadores do mundo, é o lugar perfeito para o desenvolvimento da ciência. Sinto-me sortudo de ter esse grau além das fronteiras dentro do meu próprio país”, declara o pós-doutorando Fábio Magalhães de Novaes Santos.

A estrutura física oferece novas áreas de trabalho, melhores condições para suporte técnico, acesso à internet de alta velocidade e equipamentos de mídia. O professor Álvaro Ferraz Filho, diretor do IFF, destaca que agora é possível realizar eventos de grande porte e longa duração, vistos como avanços para tornar a ciência no Brasil cada vez mais forte e internacional.

O projeto da nova sede foi desenvolvido pelo arquiteto Sileno Cirne Trindade, da Superintendência de Infraestrutura da UFRN (SIN), e conta com biblioteca, sala de mídia, duas salas de seminário, um anfiteatro com capacidade para 148 pessoas e escritórios para os pesquisadores visitantes e a equipe administrativa. O edifício possui linhas independentes de acesso à internet, geradores de energia próprios e abriga o supercomputador Altix UV-1000, equipamento de alto desempenho que estará em pleno funcionamento no final de março.

De acordo com a reitora da UFRN, Angela Maria Paiva Cruz, a inauguração do prédio representa forte apoio à pesquisa no Norte e no Nordeste, além de enaltecer e colaborar para a internacionalização da Física na Universidade. Por meio do IIF, pesquisadores locais interagem com pesquisadores de outros países, inclusive dois laureados com o prêmio Nobel de Física. “Hoje é um momento memorável, pois entregamos à comunidade científica internacional esse projeto que ajudamos a construir, com um significado acadêmico para a pesquisa em âmbito nacional e no mundo inteiro. Aqui, o futuro encontra abrigo”, afirma Angela Paiva.

Histórico

O Instituto Internacional de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (IIF-UFRN) foi criado em 2009, inicialmente em Brasília (DF), com o intuito de promover maior internacionalização da Universidade e contribuir para o desenvolvimento científico do país. Em 2010, o IIF deu início às suas atividades em Natal na sua sede provisória, próxima ao Campus Central da UFRN, realizando eventos internacionais e da produção científica em parceria com pesquisadores e instituições de diferentes países.

Atualmente, o instituto atua nas áreas de pesquisa em Física de Hádrons; Informação Quântica; Teoria de Cordas e Holografia; e Sistemas Eletrônicos Fortemente Relacionados. Em seus cinco anos de atividades, estabeleceu-se como uma instituição de peso para as pesquisas em Física Teórica no Brasil, e hoje serve de ponto de atração para físicos de todo o mundo.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!