Turquia mata 40 guerrilheiros do PKK no Iraque

(ANSA) – A aviação turca atacou diversos alvos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque, matando ao menos 40 guerrilheiros na noite de ontem (7), informou a agência local de notícias Anadolu. Os bombardeios foram uma represália à morte de 16 soldados turcos e ocorreram entre às 23h de ontem e às 5h de hoje. Foram lançados 130 explosivos, os quais atingiram 20 alvos em sete áreas do norte do Iraque, entre elas Qandil, historicamente um reduto do PKK.

Além da ação aérea, as forças turcas realizaram uma operação terrestre contra os curdo, com a atuação de oito batalhões do Exército e equipes especiais. Alguns dos guerrilheiros mortos pela Turquia são considerados os autores do atentado do último domingo (6) que matou 16 soldados em Daglica, na província de Hakkari.

Nesta terça-feira, a União Europeia (UE) pediu para o governo turco redobrar seus esforços para levar adiante o processo de paz com o PKK, com um cessar-fogo unilateral e incondicional. O conflito entre a Turquia e grupos milicianos curdos já dura anos. O PKK é uma das principais forças que exigem a criação de um Curdistão independente. O partido é considerado uma organização terrorista por Ancara.

Foto: Força Aérea Turca

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!