Home Notícias Ciência Temperatura climática pode aumentar mais rápido que o esperado, alertam cientistas

Temperatura climática pode aumentar mais rápido que o esperado, alertam cientistas

Publicidade

Temperatura climática pode aumentar mais rápido que o esperado, alertam cientistas
Aquecimento Global.
0
Publicidade

O aquecimento global, causado pelas emissões de gases do efeito estufa, irá sofrer um novo processo de aceleração, afirmam cientistas. Antropogênicas de dióxido de carbono na atmosfera constitui um cobertor em torno da Terra, prendendo o calor e impedindo que ele escape de volta para o espaço, fazendo com que as temperaturas se elevem. As informações são do Daily Mail.

Embora este efeito cobertor possa ter uma breve pausa, o aceleramento do aquecimento global é esperado por causa da quantidade de dióxido de carbono que tem sido emitidos para a atmosfera, advertem os pesquisadores.

Uma equipe da Universidade de Washington e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), explicou que, em vez de dióxido de carbono simples na criação de um cobertor para aquecer lentamente o planeta, a história é mais complicada – ainda que o final seja o mesmo. O dióxido de carbono que está sendo expelido para o ar através das fábricas e veículos atua como um cobertor, prendendo a energia infravermelha de ondas longas que vem de fora da Terra.

Foto: Reprodução / Geografalando
Foto: Reprodução / Geografalando

A atmosfera em seguida, emite menos desta radiação de ondas longas para o espaço porque a atmosfera superior é mais fria do que a superfície da Terra.  Mas a Terra se aquece gradualmente sob este ‘cobertor’ e objetos quentes emitem mais radiação de ondas longas, de acordo com o estudo de PNAS.

Na última década o efeito da adição do ‘cobertor’ mais grosso tem sido interrompida pelo corpo quente que emite mais energia, explicaram os especialistas. No longo prazo, o estudo e seus modelos de computador mostram que a Terra começará a absorver a radiação de ondas mais curtas – os raios de alta energia que vem diretamente do sol.

Os especialistas, no entanto, preferem não falar sobre a radiação de ondas curtas porque as nuvens podem refletir essa luz visível de volta para o espaço e continuam a ser uma das grandes incógnitas sob as mudanças climáticas. Os pesquisadores alertam ainda que é provável que o planeta tenha menos gelo e o ar se tornará mais úmido sob as mudanças climáticas, os quais atuarão para absorver a radiação de ondas mais curtas do sol.

O professor de ciências atmosféricas David Battisti, da Universidade de Washington, disse: “Nossos resultados não mudam a nossa expectativa geral de que o planeta vai continuar a aquecer devido à queima de combustíveis fósseis, mas eles mudam nossa compreensão fundamental de como que o aquecimento acontece.”

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!