Surto de Ebola pode ser erradicado “até ao final do ano”, revela chefe da missão da ONU na África Ocidental

O surto do vírus mortal do Ebola será encerrado em 2015, disse o chefe da equipe das Nações Unidas de combate ao vírus. Anthony Banbury disse que o número de casos de Ebola chegaria a zero até o final do ano, mas admitiu que havia um “longo e difícil caminho a percorrer”. As informações são do Daily Mail.

O vírus, identificado pela primeira vez no remoto sudeste da Guiné, em dezembro de 2013, matou cerca de 8.000 pessoas, a maioria em Serra Leoa, Libéria e Guiné. Confrontado com as críticas de que não estava sendo feito o suficiente para combater a doença, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon ordenou a missão UN Ebola Emergency Response mission (UNMEER) em setembro.

Banbury, que liderou a missão, disse: “Nós temos um longo e difícil caminho pela frente. Nós fizemos muito em 90 dias. Tem sido um esforço de resposta muito bem sucedido, mas ainda temos um longo caminho a percorrer”. Ele ainda disse que apesar das dificuldades, irão conseguir extinguir o surto. 

No início desta semana, a Organização Mundial de Saúde disse que o número de pessoas infectadas pelo vírus na Libéria, Serra Leoa e Guiné tinha passado dos 20.000. Na semana passada, a enfermeira Pauline Cafferkey, do Save the Children, foi diagnosticada com o vírus em Glasgow durante o seu retorno de Serra Leoa. Ela está sendo tratada com plasma de pacientes que sobreviveram ao vírus e uma droga antiviral experimental no Royal Free Hospital, em Hampstead, norte de Londres.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!