Home Notícias Ciência Será que a vida se originou em outro lugar? A água na Terra pode ser mais velha do que o Sol

Será que a vida se originou em outro lugar? A água na Terra pode ser mais velha do que o Sol

Publicidade

Será que a vida se originou em outro lugar? A água na Terra pode ser mais velha do que o Sol
Foto: deviantart.com / NASA / RT
0
Publicidade

Investigação feita por uma equipe internacional determina que a água na Terra é mais velha do que o Sol. Confirmada essa hipótese, o caminho para encontrar novos planetas habitáveis ​​vai mudar completamente. A água é um elemento essencial para a existência da vida como a conhecemos. A ciência se baseia em amostras de água para revelar a história de como, por exemplo, um corpo celeste especial é formado. Agora, parece que o nosso planeta tem um elemento mais velho que vários outros que estão espalhados por nossa galáxia e que pode ter consequências importantes em nossa busca por vida extraterrestre.

Foto: deviantart.com / NASA / RT
Foto: deviantart.com / NASA / RT

Em uma pesquisa realizada pela L. Ilsedora Cleeves, da Universidade de Michigan, EUA, e publicado na revista Science, os cientistas concluíram que entre 30% e 50% da água na Terra é mais velha do que o Sol, de acordo com a Reuters.

Para compreender essa afirmação, é necessário analisar processo de formação de estrelas. Cada estrela é composta de materiais encontrados em sua própria nuvem interestelar molecular. Estes são cercados por um disco protoplanetário, chamado cinturão ‘nebulosa solar’ de onde os planetas nascem.

Vários estudos anteriores não conseguiram determinar se o gelo do cinturão vem da nuvem molecular e como um resultado, forma as estrelas, ou, se é formada por meio de reações químicas que ocorrem na nebulosa solar. Mas hoje em dia essa incerteza está próxima de desaparecer e pode-se dizer que a vida do nosso planeta não é o resultado da atividade criada dentro do disco protoplanetário, mas sim, por meio do gelo interestelar que sobreviveu à formação do nosso sistema e foi incorporado aos planetas.

Esta afirmação baseia-se no estudo citado pelos pesquisadores, para os quais é recriada em condições de laboratório químico no sistema solar. Seguindo a mesma, os cientistas observaram um isótopo de hidrogênio chamado deutério.  “A química nos diz que a terra recebe uma contribuição de água de uma fonte que estava muito frio, apenas dez graus acima do zero absoluto, enquanto o sol, sendo substancialmente mais quente, excluiu o deutério ou água pesada”, disse Ted Bergin, um pesquisador da Universidade de Michigan. Além disso, o diretor de pesquisa afirma que “as implicações desta descoberta são de que a água no sistema solar foi herdada do ambiente a partir do qual o sol nasceu e foi precedida a ele. Se o treinamento é típico do nosso sistema, isto implica que a água é um ingrediente comum para a formação de todos os sistemas planetários”. Se for verdade a hipótese do estudo, a partir de agora se saberá muito mais sobre a formação da vida e poderá aumentar a esperança de que este exista água – e vida – em outros planetas.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!