Home Notícias Política Senador Lindbergh (PT/RJ) defende reforma que desmilitariza polícia

Senador Lindbergh (PT/RJ) defende reforma que desmilitariza polícia

Senador Lindbergh (PT/RJ) defende reforma que desmilitariza polícia
Senador Lindbergh (PT/RJ) - Foto: Reprodução
0

Na opinião do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), tragédias como a ocorrida na última quinta-feira (2), em que uma criança de 10 anos – Eduardo de Jesus Ferreira – que morava no complexo do Alemão foi morta por um tiro da polícia, poderiam ser evitadas caso o modelo de segurança adotado no Brasil fosse reformulado.

Para ele, as chamadas UPPs, unidades de polícia pacificadoras, já não funcionam mais tão bem no país. Por isso, ele defende a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 51/2013), que reestrutura o sistema de segurança pela desmilitarização da polícia.

Em entrevista concedida a repórter Paula Groba, da Rádio Senado, Lindbergh Farias diz que “nós estamos mergulhando num profundo retrocesso e não aproveitamos aquela energia que era uma energia que juntava o povo do rio de janeiro, dizendo que dessa vez vai dar certo, para fazer uma reforma mais profunda na polícia do rio de janeiro. E hoje, infelizmente a gente enfrenta um problema muito difícil nas comunidades oriundas não só do complexo do alemão mas nas grandes comunidades ocupadas como Rocinha e como várias outras”.

Lindbergh Farias classificou as mortes que vêm ocorrendo como um verdadeiro genocídio da juventude, que precisa ser combatido. Ele defende a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição, de autoria dele, que reformula o sistema de Segurança Pública no Brasil.

Entre os principais pontos, a Proposta de Emenda à Constituição 51 de 2013 define uma carreira única para policiais, a partir da fusão das polícias militar e civil; a desvinculação das Forças Armadas, com treinamento policial de caráter civil e não mais militar; e a autonomia dos estados para estruturar seus órgãos de segurança pública.

De acordo com Lindbergh, em 2013, duas mil, duzentas e doze pessoas foram mortas pela polícia no Brasil. A proposta aguarda análise em Plenário onde será apreciada junto com outras três PECs que tratam do mesmo tema.

Portal Senado*

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!