Home Notícias Educação Sem recursos, Olimpíada Brasileira de Astronomia faz “vaquinha” na internet

Sem recursos, Olimpíada Brasileira de Astronomia faz “vaquinha” na internet

Sem recursos, Olimpíada Brasileira de Astronomia faz “vaquinha” na internet
Equipe brasileira que participou da 9ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (Foto: Divulgação/OBA)
0

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) está enfrentando sérias dificuldades e precisa de ajuda. Com o corte em 50% da verba que recebe do CNPq, órgão do governo federal de fomento da ciência, tecnologia e inovação, não tem recursos para pagar as medalhas que serão entregues aos premiados da 19ª OBA e da 10ª Mostra Brasileira de Foguetes (10ª MOBFOG). Por conta disso, seus organizadores criaram uma campanha de crowdfunding para pagar as medalhas que serão entregues aos alunos.

A 19ª OBA de 2016 teve a participação de cerca de 800.000 alunos e a 10ª MOBFOG cerca de 90.000 alunos. O custo total anual é de cerca de R$ 1,2 milhões. A crise que assola o país fez com que fosse cortado metade do orçamento fornecido pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

A competição é organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), e estimula o conhecimento de alunos do ensino fundamental e médio, mobilizando 60.000 professores de 10.000 escolas de todo o Brasil.

Motivação é fundamental na educação e medalhas são extremamente motivadoras

A OBA tem como regra entregar cerca de 45.000 medalhas aos seus participantes, ou seja, premia cerca de 5% deles e a MOBFOG entrega outras 5.000 medalhas. A redução do orçamento afetou diretamente a premiação dos alunos. As medalhas já foram encomendadas e para isso precisamos de R$ 150 mil – revela o professor João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da OBA.

Para conseguir este valor o comitê organizador criou uma vaquinha online, buscando arrecadar a quantia necessária. Para participar, basta acessar o site www.kickante.com.br/campanhas/oba-despertando-o-prazer-pela-ciencia, doar qualquer valor a partir de R$10 e escolher uma recompensa a cada contribuição.

Outra barreira a ser ultrapassada pelo comitê é a dificuldade para preparar as delegações brasileiras que representarão o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA, sigla em inglês) e na Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA). A primeira será realizada na Índia e a segunda na Argentina no final deste ano. Os custos das viagens serão rateados pelos alunos.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!