Robinson Faria solicita liberação de empréstimo em audiência com Meirelles

Em audiência realizada no Ministério da Fazenda, na tarde desta terça-feira (14), em Brasília, o governador Robinson Faria solicitou a liberação do empréstimo de R$ 850 milhões junto ao Banco do Brasil para investimento em áreas como recursos hídricos, saúde, educação, habitação e obras de infraestrutura.

Os recursos provenientes da operação de crédito serão aplicados em adutoras, canais e barragens, habitação popular, melhoria da rede estadual de saúde com a implantação de policlínicas, investimento no ensino médio e educação profissional, implantação das Praças da Juventude, obras de saneamento, construção e restauração de rodovias.

Ao ministro Henrique Meirelles, o governador ressaltou a importância da liberação dos recursos. “O Rio Grande do Norte está preparado para receber as operações de crédito fundamentais para o desenvolvimento do estado. Com a realização destes projetos, teremos um novo RN, e garantiremos maior geração de emprego e renda”, afirmou.

O secretário Gustavo Nogueira enfatizou que o RN é um dos estados com menor dívida junto à União e que tem feito o dever de casa para receber as operações de crédito. O ministro afirmou que a análise das operações segue no Banco do Brasil.

A audiência teve a participação também do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, do presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, da secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi e do secretário de Estado do Planejamento e das Finanças do RN, Gustavo Nogueira.

Investimentos

As operações de crédito preveem ainda a construção da nova ponte sobre o Rio Potengi, a conclusão de ponte sobre o Rio Jacu, em São José de Campestre, ampliação da estrutura física dos hospitais regionais, perfuração e instalação de poços tubulares e segurança pública, entre outros investimentos. O plano de aplicação de empréstimo foi aprovado pela Assembleia Legislativa do RN em 2015.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!