Home Notícias Brasil RN Natal ‘Registrar é legal’ promove ação jurídica e social no bairro do Bom Pastor

‘Registrar é legal’ promove ação jurídica e social no bairro do Bom Pastor

‘Registrar é legal’ promove ação jurídica e social no bairro do Bom Pastor
Foto: Divulgação
0

O Comitê Estadual para as demandas da Saúde do Rio Grande do Norte, presidido pela juíza Valéria Lacerda, promoveu, nessa quinta-feira (26), a quinta edição do ‘Registrar é legal’. A ação social, que tem como principal objetivo a emissão do cartão SUS, foi realizada na Escola Estadual Márcio Marinho, do bairro do Bom Pastor, na Zona Leste de Natal.

Nesta edição, foram emitidos 69 CPFs, 96 Cartões do Sistema Único de Saúde, foram aplicadas vacina em 33 pessoas, foram feitos 102 atendimentos de saúde bucal, 13 pessoas receberam apoio jurídico e 16 pessoas foram atendidas pela Defensoria Pública. Além disso, 28 crianças receberam atendimentos na área de saúde e 47 jovens assistiram palestras sobre educação sexual. Ao todo, a organização contabilizou 388 atendimentos naquela instituição de ensino.

Segundo Valéria Lacerda, a cada edição a campanha se fortalece enquanto movimento que une cidadania e saúde. Ela afirmou que o Comitê foi procurado por três comunidades (Felipe Camarão, Monte Líbano e Quintas) solicitando a ação aos seus moradores. A magistrada explicou que são comunidades de baixa renda que não têm recursos para exercer plenamente sua cidadania. “Estamos muito felizes com o resultado alcançado. É uma ação pequena, mas com muita efetividade! A cada edição você vê que as pessoas se sentem acolhidas”, comemorou.

A juíza revelou que a próxima edição da campanha acontecerá pela primeira vez no interior do Estado, no Município de Lagoa de Velhos. A ação será feita em um assentamento de pessoas carentes e para isto será feita uma arrecadação de alguns itens para doação, como livros, material de higiene pessoal para idosos e brinquedos para as crianças, no período de 30 de novembro a 08 de dezembro. Ela espera que a mobilização atenda cerca de 300 pessoas daquele município.

Além da Pastoral da Saúde, o Comitê Estadual também conta com a colaboração de membros da OAB, da Defensoria Pública, da Secretaria Municipal de Saúde e do Banco do Brasil. Com seus parceiros, o ‘Registrar é legal’ faz a emissão do cartão do Sistema Único de Saúde, do CPF e da 2º via da certidão de nascimento, além de dar apoio jurídico à população, fazer reconhecimento de paternidade e a vacinação.

Do TJRN

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!