Home Notícias Brasil RN Quatro detentos são mortos em presídios do RN

Quatro detentos são mortos em presídios do RN

Quatro detentos são mortos em presídios do RN
Penitenciária de Caicó, o 'Pereirão' (Foto: Sidney Silva)
0

Na manhã desta segunda-feira (5) quatro presidiários foram encontrados mortos dentro das unidades do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte. Na Penitenciária Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, no município de Caicó, dois apenados foram assassinados na madrugada de hoje. Os detentos assassinados foram identificados como José Fagner Tibúrcio, de 32 anos, e Sair Luan Leite, de 21, informaram agentes penitenciários.

De acordo com informações dos agentes, os presos do Pavilhão C quebraram a parede da triagem utilizando a grade de uma das celas. Após isso, eles invadiram o prédio e executaram os internos usando facas artesanais. Ainda segundo eles, os homicídios foram motivados por brigas de facções criminosas. Segundo os relatos, os presos assassinados iriam ser transferidos nesta segunda-feira para outra unidade prisional.

No Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes, a Cadeia Pública de Natal, localizado na zona Norte, outros dois presidiários foram encontrados enforcados por lençóis. Os presos foram identificados como Edson Nascimento da Costa, 25 anos, e Alexsand Ferreira de Freitas, 21 anos. Os dois respondiam pelos crimes de roubo seguido de extorsão e associação ao tráfico.

A Polícia Civil esteve nos presídios e abriu sindicância para investigar os crimes e identificar os autores dos homicídios. Entre as hipóteses para motivação das mortes, existe a possibilidade de ser resultado de confrontos entre as facções criminosas que estão instaladas nos presídios.

A assessoria da Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania (Sejuc) informou ainda que será realizado nas unidades um relatório interno para apurar as circunstâncias das mortes.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!