Proprietário da UTC relata políticos que receberam recursos ilegais

O proprietário  das construtoras UTC e Constran, Ricardo Pessoa, registrou como favorecidos de recursos ilegais na campanha da presidente Dilma Rousseff em 2014 e na do ex-presidente Lula em 2006, o atual ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante  do PT , e mais cinco senadores e três deputados federais.

A relação  inclui  o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o secretário de Saúde do Município de São Paulo, José de Fillipi (PT), e o ex-senador Gim Argello (PTB-DF).

Alguns  senadores denunciados são Aloysio Nunes (PSDB-SP), Edison Lobão (PMDB-MA), Ciro Nogueira (PP-PI), Fernando Collor (PTB-AL) e Benedito de Lira (PP-AL). Os deputados são Júlio Delgado (PSB-MG), Eduardo da Fonte (PP-PE) e Arthur Lira (PP-AL). Todos eles têm foro privilegiado e só podem ser investigados  pelo  STF.

As informações são da Veja

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!