Preço da cesta básica cai em 13 das 18 capitais pesquisadas

O preço da cesta básica caiu, em setembro, em 13 das 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As maiores quedas foram registradas em Belém (-4,56%), Fortaleza (-3,88%), Recife (-3,50%) e Goiânia (-2,96%).

As maiores altas foram verificadas em Florianópolis (2,77%), Vitória (0,99%), no Rio de Janeiro (0,74%), em Curitiba (0,44%) e Belo Horizonte (0,23%). A cidade de Porto Alegre foi a capital com a cesta de maior valor (R$ 385,70), seguida por São Paulo (R$ 383,21), Florianópolis (R$ 383,10) e pelo Rio de Janeiro (R$ 362,90).

Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 280,26), Natal (R$ 282,72) e Salvador (R$ 297,07). O valor ideal do salário mínimo estimado pelo Dieese para uma família de quatro pessoas ficou em R$ 3.240,27 em setembro, 4,11 vezes a mais do que o mínimo de R$ 788.

No acumulado de 12 meses, entre outubro de 2014 e setembro de 2015, as 18 cidades apresentaram alta no preço da cesta. As variações ficaram entre 4,7%, no Recife, e 20,19%, em Aracaju.

No período de janeiro a setembro, todas as cidades também apresentaram aumentos. Destacam-se Aracaju (14,07%), Curitiba (12,88%), Salvador (10,92%), Porto Alegre (10,66%) e João Pessoa (10,16%). As menores variações ocorreram em Brasília (2,61%) e Goiânia (3,32%).

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!