Home Notícias Ciência Pesquisadores criam ‘livro bebível’ que filtra água

Pesquisadores criam ‘livro bebível’ que filtra água

Publicidade

Pesquisadores criam ‘livro bebível’ que filtra água
Foto: Reprodução / BBC
0
Publicidade

(ANSA) – Povoados que não têm acesso a água limpa e potável podem ganhar uma grande ajuda em breve. Um grupo de pesquisadores norte-americanos acaba de afirmar que os primeiros testes do “livro bebível” foram um completo sucesso.

O projeto – desenvolvido pela doutora Teri Dankovich, da Universidade Carnegie Mellon, em Pittsburg, com a ajuda das universidades McGill (Canadá) e da Virginia (EUA) – trata-se de um pequeno livro cujas páginas possuem a capacidade de filtrar a água, tornando-a pura.

Todas as folhas contêm nanopartículas de prata ou cobre que matam bactérias nocivas à saúde humana quando o líquido as atravessa. Assim, cada página consegue remover, em média, 99% desses microorganismos. Além disso, cada um dos “filtros” tem pequenos conselhos e lições sobre a importância de consumir uma água limpa e bem tratada.

Os resultados iniciais do experimento foram obtidos em 25 vilarejos com problemas de contaminação situados em países como África do Sul, Gana e Bangladesh e apresentados na reunião anual da American Society, em Boston, nos Estados Unidos.
Cada página do livro consegue purificar 100 litros de água suja e cada volume tem uma quantidade de folhas que podem filtrar o equivalente ao consumo médio de um indivíduo por quatro anos.

Em entrevista à rede britânica “BBC”, Dankovich afirmou que o projeto “foi pensado paras as comunidades dos países em desenvolvimento, considerando que existem 663 milhões de pessoas em todo o mundo que não têm acesso a água limpa, potável”.

“É realmente surpreendente ver que essas páginas funcionam não apenas em laboratório, mas também nas fontes reais de água à disposição das pessoas”, concluiu a pesquisadora. No entanto, esse é apenas o primeiro passo antes do produto ser comercializado ou distribuído para comunidades carentes ao redor do mundo. Ainda são necessários alguns testes para certificar que o livro poderá ser usado em todos os casos e circunstâncias. Além disso, não se sabe se ele consegue matar outras substâncias perigosas, como vírus.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!