Home Notícias Ciência Pesquisa da UFRN estuda como o romantismo influencia escolhas sexuais

Pesquisa da UFRN estuda como o romantismo influencia escolhas sexuais

Publicidade

Pesquisa da UFRN estuda como o romantismo influencia escolhas sexuais
(Foto: Freeimages / Andre Machado)
0
Publicidade

Em geral, homens e mulheres procuram por características em seus parceiros que possam aumentar seu sucesso reprodutivo. Porém, a escolha romântica não se baseia apenas no que o indivíduo deseja em um parceiro, mas leva em consideração a forma como se percebe dentro de determinado ambiente, de modo que a autoavaliação pode mudar de acordo com o contexto em que ele está inserido.

Esse tema é objeto da pesquisa “Realidade ou ficção? A influência da autopercepção como parceiro romântico e da autoestima na escolha e preferência de parceiros românticos” da professora Anthonieta Looman Mafra, do Centro de Biociências (CB) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Além do ambiente, a autoestima pode ser um fator que modifica as preferências de parceiros românticos e a forma com que as pessoas escolhem estes parceiros por poder influenciar na maneira com que as pessoas se avaliam. A maioria dos estudos que deram origem a padrões hoje considerados universais no estudo de escolha de parceiro romântico foi realizado com universitários, o que pode limitar a abrangência das conclusões por contemplar pessoas de mesmo nível educacional e, provavelmente, do mesmo nível socioeconômico”, explica a pesquisadora.

A pesquisa, realizada no Brasil, em que a taxa de desigualdade social é elevada, e no Canadá, teve como objetivo verificar as preferências e escolhas de parceiros românticos e a autoavaliação como parceiro romântico em diferentes níveis educacionais.

Os resultados mostram que homens tendem a dar prioridade ao status social quando procurando por uma parceira romântica, enquanto o padrão universal é a preferência por atratividade física. As mulheres parecem ter conhecimento dessa preferência dos homens ao expressarem que status social é importante para sua autoavaliação.

Além disso, a pesquisa também indicou que as preferências parecem representar as escolhas das características mais importantes para cada sexo, sendo as demais características moduladas pela qualidade de parceiros disponíveis no ambiente.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!