Home Notícias Educação PEC torna federal carreira de professores da educação básica

PEC torna federal carreira de professores da educação básica

Publicidade

PEC torna federal carreira de professores da educação básica
0
Publicidade

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 80/2015, do senador Fernando Bezerra Coelho (PSDB-PE), pretende definir a carreira de professores da educação básica como carreira nacional. A partir da proposta, se aprovada, o acesso à magistratura na educação básica se dará por concurso federal e a remuneração para o cargo será de responsabilidade exclusiva da União. Segundo o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB de Pernambuco), os estados e municípios nem sempre podem remunerar dignamente os professores, diante das dificuldades financeiras que enfrentam.

O senador explica que as regras valerão para os novos professores: “Todos os que irão para essa carreira serão os novos professores, ou seja, não vai haver transposição de cargos, que é uma medida vetada pela Constituição. Na medida das necessidades que forem surgindo a nível municipal e também estadual, que alguns estados também oferecem cursos na área da educação básica, é que serão realizados os concursos.”

+ Federalização da educação de base é aprovada no Senado

Fernando Bezerra Coelho acredita que falta discussão por parte do governo sobre a educação básica no Brasil. O objetivo da PEC, segundo ele, é revolucionar o setor, tendo em vista os baixos indicadores educacionais comparados aos de países desenvolvidos em avaliações internacionais.

“Estou convencido que nós teremos condições de mudar isso qualificando e remunerando melhor o professor. Os jovens não se estimulam a fazer a carreira de magistério, professor é muito mal remunerado no Brasil, e, com isso, terminamos contribuindo para esses indicadores sofridos que a educação básica no Brasil apresenta”, afirma o senador.

A PEC é complementar ao PLS 338 de 2015, também apresentado pelo senador, que prevê a destinação de pelo menos 60% das receitas do FUNDEB para a remuneração do magistério. O projeto está na Comissão de Assuntos Econômicos, enquanto a proposta de emenda aguarda designação do relator na Comissão de Constituição e Justiça.

Com informações da Agência Senado

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!