Home Notícias Ciência PayPal está desenvolvendo pílulas com “senhas comestíveis” que ficará alojada em seu estômago

PayPal está desenvolvendo pílulas com “senhas comestíveis” que ficará alojada em seu estômago

PayPal está desenvolvendo pílulas com “senhas comestíveis” que ficará alojada em seu estômago
0

A nova – e estranha – tecnologia permite o usuário se conectar ao sistema sem precisar digitar senhas ou logins, basta ter ingerido sua “senha comestível”. A empresa disse que a tecnologia tornou-se tão avançada que permitiu “uma verdadeira integração com o corpo humano”.

A próxima onda de senhas será comestível, ingerível ou injetável e vai eliminar a necessidade do que a empresa classificou como “formas antiquadas” de confirmar a sua identidade, como a digitalização de impressões digitais. Digitar uma senha vai se tornar uma coisa do passado também, acrescentou.

Jonathan Leblanc, Chefe Global de Desenvolvimento no PayPal, disse em uma apresentação chamada “Matar todas as senhas” que ele quer “colocar os usuários no comando de sua própria segurança”. Ele disse que as senhas como são agora não estavam funcionando. Cápsulas comestíveis poderia verificar os níveis de glicose ou pressão arterial da pessoa, antes de criptografar os dados, segundo o Wall Street Journal.

Um estudo recente mostrou que as senhas mais utilizadas era "12345".
Um estudo recente mostrou que as senhas mais utilizadas era “12345”.

Outras possibilidades incluem chips de silício que são colocados sob a pele e tatuagens “computador vestível”, que enviam informações através de uma conexão sem fio. Um diagrama de um chip usado em sua apresentação mostra um dispositivo que tem sensores, um transmissor sem fio, detectores de fotos, uma bobina de poder e um sensor de temperatura.

Leblanc disse que o PayPal vem realizando atualmente hackathons para desenvolver tecnologias de reconhecimento de veias e bandas de reconhecimento de batimentos cardíacos. Mas advertiu que a empresa ainda não tem planos imediatos para usar esses dispositivos. “Eu não posso especular sobre o que o PayPal irá fazer no futuro, mas estamos à procura de novas técnicas – temos digitalização de impressões digitais que está sendo trabalhado agora – então estamos definitivamente olhando para o campo de identidade”, relatou Leblanc.

Especialistas em segurança lamentaram o quão fácil é para quebrar senhas, não menos importante, porque um dos mais populares do mundo é a palavra ‘password’. O mais usado em 2014 foi ‘123456’ seguido de ‘password’ e ‘12345678’, de acordo com uma pesquisa. Outro problema é que em média, a pessoa tem de lembrar 19 senhas, mas um em cada três disseram que se esforçou para lembrar de todos eles.

As informações são do Daily Mail.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!