Home Notícias Mundo Papa pede que cristãos sirvam às pessoas e não às ideologias

Papa pede que cristãos sirvam às pessoas e não às ideologias

Papa pede que cristãos sirvam às pessoas e não às ideologias
Chegada do Papa em Havana, Cuba - (Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate)
0

(ANSA) – Em sua primeira missa em Cuba, na famosa Praça da Revolução, em Havana, o papa Francisco pediu que os cristãos estejam sempre dispostos a servir aos outros e não às ideologias. “Quem não vive para servir, não serve para viver. O serviço aos outros não pode ser jamais ideológico, do ponto de vista que ele não serve às ideias, mas sim às pessoas”, disse o Pontífice neste domingo (20). Reforçando o discurso durante a homilia, Jorge Mario Bergoglio destacou que “a grandeza de um povo, de uma nação ou de uma pessoa se baseia sempre sobre como ela serve à fragilidade de seus irmãos e nisso encontramos um dos frutos de uma verdadeira humanidade”.

Papa faz visita histórica em Cuba (Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate)
Papa faz visita histórica em Cuba (Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate)

Conhecido por cobrar dos cristãos uma postura mais humana e acolhedora e dos políticos uma postura mais justa, o sucessor de Bento XVI disse ainda que aqueles que almejam “se tornarem grandes” precisam “servir aos outros e não se servir deles”. O Papa chegou a um dos principais pontos da história cubana com seu “papamóvel” e foi saudado por milhares de cubanos que o esperavam ansiosos. Com capacidade para até 600 mil pessoas, a praça estava com sua lotação quase total.

+ Acompanhe o Papa em Cuba

Antes de iniciar a celebração, de maneira inédita durante suas viagens internacionais, Bergoglio deu a primeira comunhão a dez crianças. Ele ainda recebeu representantes de outras confissões cristãs presentes na missa em Cuba. Além disso, o presidente cubano, Raúl Castro, e a mandatária da Argentina, Cristina Kirchner, também presenciaram a celebração.

A Praça da Revolução é o mesmo local em que os papas João Paulo II, em 1998, e Bento XVI, em 2012, celebraram missas para milhares de pessoas. Em sua agenda, o líder da Igreja Católica irá celebrar mais duas missas: uma em Holguín, nesta segunda-feira (21) e outra em Santiago de Cuba, no dia 22.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!