Novo aumento dos juros deve aprofundar recessão, avalia CNI

(Agência CNI de Notícias) – A elevação da taxa de juros básica da economia de 13,75% ao ano para 14,25%, anunciada nesta quarta-feira (29), pelo Banco Central, retrairá ainda mais a atividade industrial. Os juros altos encarecem o capital de giro das empresas, inibem os investimentos e desestimulam o consumo das famílias, destaca a  Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A indústria avalia que, em função da forte desaceleração da economia, a política monetária não deveria ser o único instrumento utilizado para controlar os preços. A recente diminuição da meta de superávit primário não deve ser um fator para comprometer a necessidade de redução dos gastos públicos. Para a CNI, é preciso combinar uma política fiscal austera com a adoção de medidas pró-competitividade para estimular o investimento e a gradual recuperação da atividade econômica.

Para a CNI, os juros altos encarecem o capital de giro das empresas, inibem os investimentos e desestimulam o consumo das famílias.

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!