Maduro chama de ‘ataque miserável’ ação da PF contra Lula

(ANSA) – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou uma mensagem de apoio ao petista Luiz Inácio Lula da Silva, que nesta sexta-feira (4) foi conduzido a prestar depoimento pela Polícia Federal sobre a Operação Lava Jato e sua relação com construtoras e empreiteiras investigadas. “Lula, o caminho foi longo e ninguém pode com você. Você sairá mais forte deste ataque miserável. A Venezuela te abraça”, escreveu Maduro em seu perfil oficial no Twitter, com fotos do brasileiro e uma convocação de apoio a Lula.

Além da mensagem, o presidente da Venezuela retweetou mensagens de jornais e sites de esquerda que criticaram o fato de Lula ser levado para depor. “#Avances Maduro: Lula, Venezuela te abraza”, retweetou Maduro.

“Burguesia brasileira teme a candidatura de Lula”, foi outra mensagem retweetada pelo venezuelano. A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (4) a 24ª fase da Operação Lava Jato, que investiga casos de corrupção na Petrobras. Lula foi alvo de um mandado coercitivo que o obrigou a dar depoimento sobre imóveis supostamente usufruídos por ele e sua família, e financiados por construtoras e empreiteiras, como a OAS e a Odebrecht.

Maduro, por sua vez, é pupilo do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, morto há três anos, com quem Lula tinha uma relação próxima.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!