Inaugurada primeira Cidade Digital com fibra óptica subterrânea do Brasil

Na última sexta-feira (15) foi inaugurada a primeira Cidade Digital com fibra óptica totalmente subterrânea do Brasil no município cearense de Redenção. O programa leva internet, incluindo rede Wi-Fi, para diversos pontos da cidade a partir da parceria entre o Governo Federal com a Prefeitura local, além de entregar equipamentos para ampliar a infraestrutura de informática.

Redenção recebeu um anel de fibra óptica de 4 quilômetros que, vinculado ao cinturão digital do governo do estado, interliga 14 órgãos públicos e três pontos de acesso público a comunidade. A partir da instalação da infraestrutura da cidade digital, a prefeitura elaborou um projeto para expansão da rede a fim de contemplar mais 13 pontos por meio da fibra óptica e 20 pontos por antenas.

O investimento total foi de R$ 541 mil, que beneficia os 26 mil moradores do município. Já o investimento previsto total no Estado do Ceará é de R$ 11,7 milhões.

André Figueiredo, ministro das Comunicações (Foto: Ministério das Comunicações)
André Figueiredo, ministro das Comunicações (Foto: Ministério das Comunicações)

O ministro das Comunicações, André Figueiredo, exaltou que as ações realizadas na região alcançam resultados positivos pois existe uma parceria entre os governos federal, estadual e municipal. “Trabalhamos para conectar a população em tempo real a partir de uma rede de conexão eficiente. As regiões com limitações serão atendidas pelo satélite geoestacionário”, destacou, ao assinar o termo de cessão de equipamentos e acessar a rede de Wi-Fi na Praça do Obelisco, no Centro da cidade.

De acordo com Figueiredo, a velocidade de conexão nas escolas será ampliada para 50 megabytes, “o que permite aos alunos aprender o conteúdo em novas plataformas”, ratificou o ministro, ao exaltar a integração do município com a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

O programa Cidade Digital atua na construção de redes de fibra óptica que interligam os órgãos públicos locais; disponibiliza aplicativos de governo eletrônico para as prefeituras; capacita servidores para uso e gestão da rede, além de oferecer pontos de acesso à internet para uso livre e gratuito em espaços públicos de grande circulação, como praças, parques e rodoviárias.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!