Home Notícias Economia Igreja Assembleia de Deus vai se tornar operadora de celular com a Vivo

Igreja Assembleia de Deus vai se tornar operadora de celular com a Vivo

Igreja Assembleia de Deus vai se tornar operadora de celular com a Vivo
A proposta é que, no primeiro ano, a empresa atraia 1,2 milhão de novos clientes, oferecendo chips no valor entre R$ 8,00 e R$ 10,00 (Foto: Reprodução)
0

A ‘Alô Serviços de Telefonia Móvel’, empresa ligada à Igreja Assembleia de Deus, recebeu a autorização da Anatel para atuar como credenciada de celular da rede da Vivo. A decisão foi anunciada na sexta-feira passada (30) no Diário Oficial da União autorizando o início dos trabalhos.

A operadora de celular da Assembleia de Deus irá atuar como uma operadora virtual de telefonia móvel (MVNO, na sigla em inglês), usando a estrutura física da Vivo. Com licença de credenciada, a operadora poderá revender chips e agregar serviços à assinatura de um plano de telefonia, como envio de SMS com mensagens cristãs e programas de fidelidade.

Segundo o jornal Valor Econômico, a nova MVNO pretende atrair 1,2 milhão de clientes no primeiro ano de operação vendendo chips entre R$ 8 e R$10. Mas o público alvo da empresa são os 18 milhões de fiéis da assembleia espalhados pelo país

Quem formulou a estratégia de operação da Alô Serviços foi Ricardo Knoepfelmacher, ex-presidente da Brasil Telecom, em conjunto com Raul Aguirre, consultor com muitos anos de experiência em telecomunicações. Juntos conseguiram aprovação da Assembleia de Deus e transformaram a empresa em Alô AD, dando à igreja uma parte do resultado do negócio.

A iniciativa partiu da dupla de profissionais, que em um acordo com a direção da Assembleia de Deus conseguiu autorização da denominação para usar seu nome.

Porém, a expectativa é que ao longo do tempo, a maior parte dos 18 milhões de fiéis da Assembleia de Deus estejam usando os serviços da empresa. Parte dos valores arrecadados ficará com a denominação.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!