Home Notícias Mundo Furacão Joaquim deixa Bahamas em estado de emergência e segue para os EUA

Furacão Joaquim deixa Bahamas em estado de emergência e segue para os EUA

Publicidade

Furacão Joaquim deixa Bahamas em estado de emergência e segue para os EUA
Furacão Joaquim atinge Bahamas (Foto: NOAA)
0
Publicidade

Com as inundações causadas pela passagem do Furacão Joaquim, considerado “extremamente perigoso” pelas autoridades locais, o primeiro-ministro das Bahamas, Perry Christie, declarou nesta sexta-feira (2) estado de emergência nas ilhas do Sul do arquipélago.

A passagem do Furacão Joaquim pelo Sul das Bahamas deixou pelo menos uma centena de desalojados em várias ilhas e danos em habitações e serviços de infraestrutura. Não há registro de mortes, segundo a agência EFE. A Agência Nacional de Gestão de Emergências das Bahamas informou que foram abertos abrigos nas ilhas mais afetadas pela passagem do Joaquim e que centenas de pessoas permanecem isoladas em suas casas, embora não haja notícia de danos materiais graves.

O Joaquim, com ventos máximos de 210 quilômetros por hora, desloca-se para o centro das Bahamas. A previsão é de que ele ganhe força nas próximas horas, segundo o mais recente boletim do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. O Departamento de Meteorologia das Bahamas informou que o Joaquim se move em direção ao centro do arquipélago, onde os efeitos serão sentidos durante todo o dia de hoje, especialmente no norte.

Em entrevista coletiva Christie afirmou que os relatórios iniciais que chegaram das ilhas de Acklins, Crooked Island, Exuma e Long Island indicam inundações graves, o que levou à declaração do estado de emergência. A situação nas ilhas de Cat Island, Rum Cay e Samana Cay também causa preocupação pelas fortes chuvas registradas, mas elas não foram incluídas na declaração.

O primeiro-ministro também se defendeu das acusações de negligência, feitas pela imprensa local, devido à lentidão da resposta a um fenômeno que estava previsto há algum tempo. Christie informou que o governo não dispõe de legislação que permita a retirada obrigatória de pessoas de suas casas em áreas vulneráveis.

O comissário da polícia, Ellison Gleenslade, disse que não há informação sobre mortes de pessoas em consequência do furacão. A população do arquipélago é estimada em 360 mil. O Furacão Joaquim ganhou hoje intensidade, sendo classificado na categoria 4, com ventos máximos de 210 quilômetros, na região central das Bahamas.

A Costa Sudeste dos Estados Unidos deve sentir os efeitos do furacão nos próximos dias. À 1h GMT (22h em Brasília), Joaquim estava a 35 km de Clearence Town, em Long Island, Bahamas, e nesta sexta deve passar sobre a zona norte do arquipélago para seguir em paralelo pela costa leste dos EUA.

Segundo os últimos modelos, deve passar perto do estado da Carolina do Norte no final de semana e chegar a Nova Jersey, Nova York e os estados da Nova Inglaterra (nordeste) no início da semana que vem, embora já rebaixado para tempestade tropical. O presidente Barack Obama tem se mantido atualizado sobre os preparativos para a passagem de Joaquín, informou a Casa Branca.

Com informações da Agência Lusa

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!