Fábricas apostam em ovos menores para manter vendas na Páscoa

Os ovos de chocolate já chegaram aos supermercados e lojas especializadas e trazem um desafio para indústria de chocolates: manter as vendas do ano passado. Em 2015, foram vendidos 80 milhões de ovos, 19,7 mil toneladas de chocolates, quantidade que já foi considerada estável em relação a 2014. Além disso, no período de janeiro a setembro de 2015, último dado disponível, a venda de chocolates caiu 10% no país, segundo informou a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab).

Neste ano, uma das estratégias adotadas pela indústria foi diminuir o tamanho dos ovos para conseguir preços mais atrativos, tendo em vista que o setor deve repassar ao consumidor os aumentos de custo, incluindo a alta do dólar, já que parte do material usado na fabricação é importada. As 11 maiores indústrias do setor prepararam 147 lançamentos para 2016, a maioria em tamanhos menores do que os vendidos em 2015.

Segundo o vice-presidente da Abicab, Ubiracy Fonseca, as fábricas estão fazendo “mais com menos”, investindo em produtividade, diminuindo formas e embalagens, reduzindo o tempo de produção. “Tudo para termos um custo menor e até mesmo reduzindo as margens de lucro para possibilitar vendas”, disse o dirigente ao O Tempo.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!