Enxaguantes bucais só apresentam bons resultados com escovação regular

Para alcançar a higiene bucal adequada, fundamental para uma boa qualidade de vida, é necessário criar o hábito da escovação regular ao menos três vezes por dia, além do uso frequente do fio dental após as refeições. O uso do enxaguante bucal – hábito bastante comum entre os brasileiros nos dias de hoje -, no entanto, só apresenta bons resultados junto com uma escovação regular.

Érika Vassóler, dentista e consultora de higiene bucal da Condor, afirma que os bochechos com enxaguante bucal são adequados para pacientes com cáries, dentes sensíveis e doenças ligadas à gengiva. Nesses casos, o produto, de preferência à base de flúor, deve ser utilizado uma vez por dia e no período da noite, ajudando a combater a formação de lesão da cárie.

Para pessoas que não apresentam nenhum tipo de problema bucal, a atuação do enxaguante com flúor serve apenas como complemento na higienização dentária e pode ser utilizado diariamente, exceto em relação aos produtos que contêm álcool, que devem ser utilizados moderadamente e sob orientação profissional. Entre os principais benefícios dos enxaguantes estão a redução das placas bacterianas, das bactérias que causam gengivite, mau hálito, cárie e outras doenças periodontais.

Apesar dos benefícios, o uso do enxaguante em excesso pode ser prejudicial à saúde. Pacientes com diabetes devem prestar atenção a produtos que possuem corantes, pois trazem um nível mais elevado de açúcar. Os produtos à base de clorexidina também devem ser alvo de cuidado: esse componente só pode ser usado quando houver orientação de especialistas pois é indicado em casos de cirurgias e também pela possibilidade de deixar manchas nos dentes, descamar a bochecha e causar alteração no paladar.

Os enxaguantes bucais não são apenas para os adultos, as crianças acima dos três anos devem utilizar as opções sem flúor, uma vez que a ingestão deles pode causar fluorose, alteração que ocorre durante a formação da arcada dentária que pode resultar em manchas brancas. “O recomendado é que os enxaguantes com flúor sejam utilizados apenas em crianças acima dos seis anos e sempre sob a orientação de um profissional”, afirma Érika.

Dicas da especialista
• Evite composições com álcool e escolha os enxaguantes à base de cloreto de cetilpiridínio + fluoreto, que são os mais seguros para os dentes;
• Tome cuidado para não ingerir o produto, pois pode causar enjoo ou diarreia;
• Peça orientação ao seu dentista para a escolha correta do enxaguante;
• Utilize o enxaguante bucal apenas após a escovação e fio dental;
• Utilize apenas 20 ml do produto escolhido;
• Faça bochechos durante 30 segundos;
• Após realizar o bochecho, evite lavar a boca para não tirar o efeito do produto.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!