Empresas potiguares devem se adaptar para emitir cupom fiscal eletrônico

Os empresários potiguares devem se preparar para emitir o cupom fiscal eletrônico, obrigatório a partir de 2017. A exigência já é válida para as novas empresas, que devem gerar o documento impresso com um código para o consumidor acessar a versão eletrônica. As demais precisam se adaptar à medida que inclui a implantação de sistema interligado à Secretaria de Estado da Tributação (SET), a qual terá acesso às informações assim que os cupons forem criados.

“É preciso ter o cuidado de verificar sistema e equipamento, portanto, recomendamos a adesão ainda enquanto é opcional”, explica Daniel Carvalho, diretor da Rui Cadete Consultores.

Caso não estejam preparados quando a obrigatoriedade entrar em vigor, os empresários correm o risco de não poderem vender seus produtos, a não ser que emitam notas fiscais para todas as transações.

O cupom fiscal eletrônico será obrigatório em janeiro de 2017 para os novos contribuintes, as empresas de peças para veículos e motos, o comércio de produtos de informática e comunicação, além dos varejistas de artigos culturais, recreativos e esportivos. Outras empresas serão enquadradas em abril, até que todas deverão emitir a nova versão a partir de julho.

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!