Home Notícias Ciência Empresa apresenta carro sem motorista e diz que sem o erro humano as estradas serão mais seguras

Empresa apresenta carro sem motorista e diz que sem o erro humano as estradas serão mais seguras

Publicidade

Empresa apresenta carro sem motorista e diz que sem o erro humano as estradas serão mais seguras
0
Publicidade

A introdução de carros sem motorista está sendo recebida com otimismo e cautela, pois as pessoas começam a considerar colocar suas vidas nas mãos de uma máquina. Mas enquanto está sentado em um carro automático pode ser desconcertante, uma empresa alegou que poderia salvar centenas de vidas todos os anos. As informações são do Daily Mail.

Dizem que para cada 10.000 erros cometidos por um ser humano, apenas um é cometido por um computador. As afirmações foram feitas pelo Instituto de Engenharia e Tecnologia (IET), em Stevenage, Reino Unido. Eles disseram que os carros sem motoristas poderiam estar nas estradas até 2030. Seu custo seria de US$30 milhões (cerca de R$70 mil). Um grupo de segurança rodoviária acredita que os “carros autônomos” podem levar a “baixas significativamente reduzidas nas nossas estradas”.

Testes de carros sem motoristas já foram realizados, mas os ensaios, que vai durar de 18 a 36 meses, será a primeira vez que tais veículos serão testados em vias públicas. Cada um dos quatro centros de teste irá analisar diferentes aspectos de veículos autônomos. O projeto de Bristol, por exemplo, vai investigar os aspectos jurídicos e de seguros e de explorar a forma como o público reage a tais veículos.

As cidades em que os ensaios estão ocorrendo foram escolhidos pelo organismo financiado pelo Governo Innovate UK. Nick Jones, tecnólogo, disse: “Os carros que dirigem sozinhos representaria a transformação mais significativa no curso da estrada, desde a introdução do motor de combustão interna, queremos ajudar o Reino Unido a liderar o mundo em fazer que isso aconteça”

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!