Home Notícias Brasil RN Construção do campus de Medicina da Ufersa é autorizada pelo MEC

Construção do campus de Medicina da Ufersa é autorizada pelo MEC

Construção do campus de Medicina da Ufersa é autorizada pelo MEC
Foto: Eduardo Mendonça
0

As populações dos municípios de Mossoró e Assú, no Rio Grande do Norte, poderão em breve realizar o sonho de contar com cursos de Medicina na região. Em audiência com a senadora Fátima Bezerra e o reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José de Arimatea de Matos, o secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Luiz Cláudio Costa, autorizou a abertura do processo licitatório para início das obras dos campi de Medicina de Mossoró e de Assu.

Em Mossoró, a Ufersa já contratou professores e selecionou alunos pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O início das aulas será no 2º semestre deste ano. Já o campus de Assú depende de um replanejamento do MEC. A previsão do início do curso é para o próximo ano.

Segundo a senadora, essas iniciativas vêm não só fortalecer a educação, mas a saúde e a cidadania de todo a população potiguar. “A interiorização do curso de Medicina, por meio do programa Mais Médicos, do governo federal, está possibilitando avanços extraordinários na democratização do curso de Medicina em todo o país. O sonho da juventude de Assú está se realizando: cada um desses jovens terá a chance de se tornar doutor”, destacou a senadora.

Para Fátima, ações como essa vão contribuir para melhorar a assistência à saúde da população. “São passos importantes em prol da cidadania do povo de Mossoró, de Assú, enfim, de todo a população potiguar”, adianta.

O secretário Luiz Cláudio Costa reiterou a disposição do ministério em analisar a aquisição de um hospital universitário para o curso de Medicina da Ufersa, em Mossoró. Também ficou garantida, de acordo com o reitor José de Arimatea de Matos, a finalização das 26 obras da universidade, já em andamento.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!