Home Notícias Brasil RN Complexo Eólico Vamcruz é inaugurado em Serra do Mel/RN

Complexo Eólico Vamcruz é inaugurado em Serra do Mel/RN

Publicidade

Complexo Eólico Vamcruz é inaugurado em Serra do Mel/RN
Foto: Divulgação/Assessoria Voltalia
0
Publicidade

O Complexo Eólico Vamcruz foi inaugurado na última quarta-feira (29), no município de Serra do Mel, sendo o terceiro complexo eólico da empresa francesa Voltalia a entrar em operação no Brasil. Os outros dois são: São Miguel do Gostoso (RN-108 MW) e Areia Branca (RN-90 MW).

Na ocasião, o diretor-geral da Voltalia, Robert Klein, agradeceu ao Idema pelo desempenho, celeridade e compromisso na liberação dos processos de licenciamento, como também ao Governador Robinson Faria pela receptividade ao grupo Eólico. O empreendimento foi construído em 16 meses sob a responsabilidade dos investidores Voltalia/Encalso e Chesf.

Com potencial de produzir 450 GWh por ano, o complexo Vamcruz conta com um total de 31 aerogeradores fornecidos pela espanhola Acciona Windpower, cuja potência unitária é de 3 MW. A energia anual produzida pelo empreendimento será suficiente para atender mais de 200 mil famílias, e ainda reduzir a emissão de CO2 em aproximadamente 160.535 toneladas por ano, segundo informações das empresas.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Parques Eólicos do Idema, Andréa Mércia, na atual gestão houve uma celeridade na liberação de processos de Energia que estavam parados no órgão. “Podemos citar as linhas de transmissão e subestação da Chesf, que com a liberação foram energizados oito parques na Serra de Santana, das empresas Gestamp e Iberdrola. Merece um destaque também, os processos do Complexo CUTIA composto por sete parques da empresa Copel que estavam parados desde 2012, e atualmente encontram-se em instalação no município de São Bento do Norte”, afirmou a coordenadora do NUPE, Andréa Mércia.

“Ressaltamos ainda a liberação dos complexos Facheiro da empresa Renova composto por 23 parques eólicos com geração total prevista para 486MW e o complexo eólico Santo Agostinho pertencentes a empresa Tractbel, composto por 24 centrais eólicas com geração prevista de 720 MW, nos municípios de Lajes, Pedro Avelino, São Tomé e Caiçara do Rio do Vento”, afirmou.

O Rio Grande do Norte é o maior produtor de energia eólica do Brasil, sendo responsável por 32% da energia que é gerada no país.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!