Cientistas dos EUA criam carnes de frango e pato sintéticas

(ANSA) – Depois da criação do “hambúrguer” de laboratório, cientistas norte-americanos anunciaram que criaram carnes de frango e de pato sintéticas, informou a revista “Science” nesta quinta-feira (16). A criação dos “alimentos” foi feita a pedido da empresa Memphis Meats, que deseja produzir “carnes limpas”.

Segundo a revista, a carne foi criada a partir de células obtidas através da biotecnologia e os testes feitos pela marca mostraram que os consumidores informaram que “o frango tem gosto de frango”. Em 2013, quando foi anunciada a criação do hambúrguer artificial, os testes de gosto com os consumidores não foram bons, com muitas reclamações sobre a “criação”.

A revista “Science” ainda aponta os problemas legais para esse tipo de comida, já que não há uma legislação específica para o tema. Além da Memphis, outras empresas usam as células da biotecnologia ao invés dos animais para produzir carnes, leite e ovos.

A própria empresa californiana tem planos de produzir salsichas e almôndegas de maneira sintética nos próximos cinco anos. No ano passado, ainda de acordo com a publicação, a administração de Barack Obama lançou uma iniciativa para revisar e apontar novos caminhos para as agências reguladoras no novo campo científico.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!